icons.title signature.placeholder Michel Castellar
30/06/2014
22:30

Parte da Seleção Brasileira de Ginástica Acrobática aproveitou a partida entre França e Nigéria, nesta segunda-feira, pelas oitavas de final da Copa do Mundo, para pedirem dinheiro aos torcedores na frente do Estádio Nacional de Brasília - Mané Garrincha. A equipe tem viagem marcada para Paris, na sexta-feira, onde disputará o Campeonato Mundial Sênior (acima de 15 anos).

A campanha começou antes da primeira partida realizada em Brasília, entre Equador e Suíça. O objetivo inicial era o de garantir a ida de 27 atletas para a disputa do Mundial Juvenil (por grupos de idade), em Paris, e foi alcançado.

Dessa vez, a principal intenção era a de arrecadar dinheiro para custear a hospedagem e alimentação para mais cinco atletas que embarcarão na sexta-feira para participarem do Mundial Sênior também na capital francesa.

- A Seleção é formada por atletas do Distrito Federal e São Paulo. Buscamos recursos para custear a nossa parte. O juvenis já foram, agora, faltam os sêniors - contou o auxiliar técnico e preparador físico da equipe Hélio Avelino.

Indagado sobre a possibilidade de receber um apoio da Confederação Brasileira de Ginástica (CBGin), Avelino disse ser difícil, porque a modalidade acrobática não é olímpica. Recorrer ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB) também está descartado, porque a entidade está com seus recursos voltados para projetos referentes à disputa dos Jogos Olímpicos Rio-2016.

- Para irmos com o time juvenil e o atletas sêniors precisávamos entre R$ 300 mil e R$ 400 mil. As passagens conseguimos junto ao governo do Distrito Federal - informou Avelino.

O governo do Distrito Federal deu um apoio de R$ 200 mil para a viagem da Seleção. Outros R$ 25 mil já foram assegurados com as campanhas realizadas e, caso não consigam arrecadar o montante restante, os responsáveis pelos atletas irão completar e, posteriormente, a busca por recursos continuará para ressarcí-los.