icons.title signature.placeholder Michel Castellar
21/06/2014
23:28

A Seleção chegou na noite deste sábado, às 23h15, ao hotel onde ficará hospedada em Brasília, para o último jogo da primeira fase do Grupo A da Copa do Mundo, contra Camarões, na segunda-feira. No domingo, os jogadores realizarão um treino de reconhecimento do gramado no Estádio Nacional Mané Garrincha, às 18h30.

Com muita festa, cerca de 350 torcedores aguardavam a equipe do lado de fora do hotel. Como é norma neste tipo de deslocamento, o ônibus que trouxe a Seleção da Base Aérea entrou direto no hotel, sem parar para os jogadores atenderem ao público. Os atletas chegaram a acenar da sacada da instalação o que provocou uma onda de euforia no público. 

Natural de Brasília, Laylla Colcci, de sete anos, era uma das mais ansiosas. De acordo com a sua mãe, Suellen de Almeida, a menina passou o dia inteiro com vestida com a camisa do Brasil e com um modelo de chuteiras lançado por Neymar.

- Ela adora jogar futebol, mais do que boneca. Tentamos matricular ela em escolinhas em Brasília, mas ninguém aceita porque não tem meninas para jogar com ela - contou Suellen, enquanto Laylla dizia ser fã de Neymar.

O hotel que a Seleção ficará é o Brasília Palace, o mesmo utilizado durante a disputa da Copa das Confederações, quando a equipe fez o jogo de abertura, na capital federal. A instalação fica a cerca de 700 metros do Palácio da Alvorada, residência oficial da presidente Dilma Rousseff.

Criado para receber autoridades nos primeiros anos da capital, o hotel foi o primeiro prédio a ficar pronto em Brasília e já acomodou, por exemplo, a rainha Elizabeth II, e o líder guerrilheiro Ernesto "Che" Guevara. O Palace é cercado por lendas e histórias contadas pelos candangos.

Uma delas é a de que o Brasília Palace foi totalmente destruído após um incêndio, supostamente provocado por seu antigo dono, em 1978, motivado pelo alto valor do seguro a ser recebido. Abandonado, durante o dia era usado para praticantes de rapel escalarem seus três andares e, à noite, servia aos drogados.

Mas em 2006, o Brasília Palace foi recuperado. E, atualmente, o local opera com 150 quartos.

Em Brasília, a Seleção precisa de uma vitória para se garantir na próxima fase da competição. O Brasil lidera o grupo A com quatro pontos e dois gols de saldo.

O México é o vice-líder, tem o mesmo número de pontos do Brasil, mas um gol a menos de saldo. Em terceiro lugar está a Croácia, três pontos, seguida por Camarões que ainda não pontuou.

Para a partida contra Camarões, o técnico Luiz Felipe Scolari, escalou o mesmo time da estreia na Copa do Mundo. O atacante Hulk retorna ao time titular, no lugar de Ramires.

Camarões tem chegada prevista para a manhã de domingo em Brasília. O treino de reconhecimento da equipe africana no Mané Garrincha ocorrerá às 16h15.