icons.title signature.placeholder Rafael Bullara e Thiago Salata
04/07/2014
10:00

A fase de quartas de final foi o limite para a Seleção Brasileira nas últimas duas Copas do Mundo. O Brasil não chega a uma semi desde 2002, quando, com o mesmo Luiz Felipe Scolari, foi campeão. Historicamente, a etapa mais complicada é de fato a que a equipe vai tentar superar nesta sexta-feira à tarde, em Fortaleza, contra a Colômbia.

A "fase da morte" para a Seleção é as quartas, na qual o Brasil já foi eliminado cinco vezes. Além das últimas duas para Holanda (2010) e França (2006), houve eliminação para os franceses em 1986. Em outro formato de disputa, o Brasil foi eliminado no grupo com Argentina e Itália em 1982 e deu adeus nas quartas de final para a Hungria em 1954.

Os últimos dois tropeços em Copas fazem com que a Seleção não tenha no grupo atual nenhum jogador que tenha disputado uma semifinal. A última vez que isso aconteceu foi em 1994, quando o Brasil voltou a figurar entre os quatro (e foi campeão) após eliminações precoces.

Nas semis de 1998 e 2002, a Seleção sempre levou ao menos um jogador com tal bagagem no time.

O Brasil já perdeu a final duas vezes, caiu duas nas oitavas e duas na primeira fase. Em 1974 e 78, com outras fórmulas de disputas, a equipe foi eliminada em uma fase de grupos, mas disputou terceiro e quarto lugares da competição. Uma vez, em 1938, os brasileiros perderam na fase semifinal.

– Todo jogo é eliminatório e pode se perder. Eles têm de buscar no campo. Se perder, o outro for melhor, não vai terminar nossa vida como técnico, jogador – afirmou Luiz Felipe Scolari.

A avaliação dos jogadores é que o pior, em termos de pressão, passou contra o Chile, quando a maioria do grupo jogou um "mata" de Copa do Mundo pela primeira vez.

ELIMINAÇÕES DO BRASIL

2010: Holanda (quartas)
2006: França (quartas)
1998: França (final)
1990: Argentina (oitavas)
1986: França (quartas)
1982: Grupo ao lado de Argentina e Itália (quartas)
1978: Grupo ao lado de Argentina, Peru e Polônia (segunda fase)
1974: Grupo ao lado de Argentina, Holanda e Alemanha Oriental (segunda fase)
1966: Grupo com Portugal, Bulgária e Hungria (primeira fase)
1954: Hungria (quartas)
1950: Uruguai (final)
1938: Itália (semifinal)
1934: Espanha (oitavas)
1930: Grupo com Iugoslávia e Bolívia (primeira fase)