icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
21/11/2014
12:01

A Seleção Brasileira Masculina de Hóquei Sobre Grama conquistou uma das vagas para disputar os Jogos Panamericanos de Toronto (CAN), em 2015. A presença na competição dá a chance aos brasileiros de concorrerem à classificação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

O fato curioso da classificação brasileira deveu-se ao time nem ter precisado entrar em campo para garantir a vaga. Na América Central, pelos Jogos Centro-Americanos e Caribenhos de Hóquei Sobre Grama, Cuba derrotou a República Dominicana. Com esse resultado, México e Trinidad & Tobago farão uma das semifinais do torneio, o que classifica automaticamente os brasileiros para o Pan (a vaga viria se um dos dois países ficasse em 2º lugar na competição).

Será a primeira vez que o Brasil disputará um Pan vindo de um classificatório, já que em 2007 a equipe jogou por ser do país sede. Apesar de "novato" no torneio, a Seleção almeja ir longe. Pelo menos é o que pensa Bruno Patrício, gerente geral da Confederação Brasileira de Hóquei Sobre Grama (CBHG).

- Temos como objetivo disputar a medalha de bronze, pois, com exceção da Argentina e do Canadá, a diferença entre os demais países que vão disputar o Pan não é significativa. Todos estão muito próximos no Ranking Mundial da Federação Internacional de Hóquei.

A classificação para o Pan abre margem para que o Brasil sonhe com a vaga nos Jogos Olímpicos de 2016: a Seleção precisa ficar, no mínimo, na 6ª colocação para garantir presença no maior evento esportivo do mundo. Bruno Patrício enaltece a dedicação dos atletas e da comissão técnica e projeta conseguir a vaga para a tão sonhada competição.

- A classificação inédita do Brasil para os Jogos Pan-Americanos premia o esforço e a dedicação dos atletas da seleção masculina e da comissão técnica. O apoio do Comitê Olímpico do Brasil e do Ministério do Esporte foram muito importantes para alcançarmos esse objetivo. Agora, vamos nos concentrar no Pan de 2015 para tentarmos conquistar a vaga para os Jogos Olímpicos de 2016. Estamos buscando parceiros para viabilizar a melhor preparação possível para os nossos atletas.