icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
06/12/2013
13:51

Após ter problemas na chegada à cidade que receberá o Grupo B do Campeonato Mundial de handebol, na noite da última quinta-feira, a Seleção Brasileira aproveitou para relaxar na manhã desta sexta-feira. Grande parte do grupo comandado por Morten Soubak aproveitou para conhecer as principais vias e monumentos da cidade de Nis (SER), localizada a 300km ao Sul da capital sérvia, Belgrado.

As jogadoras se protegeram bem do frio, já que a temperatura no município costumeiramente está abaixo de 0ºC.  Nesta tarde, as jogadoras têm compromisso marcado na Arena Hala Cair, onde será realizada a abertura do torneio, com o duelo entre Sérvia e Japão. Logo em seguida, elas seguem para uma escola da região, onde farão a única movimentação antes da estreia.

O Brasil inicia a sua caminhada no Mundial de Handebol feminino neste sábado, a partir das 15h (de Brasília). O time verde e amarelo terá pela frente a Argélia, considerada a equipe mais fraca do grupo. No entanto, o desconhecimento do estilo das rivais faz com que as jogadoras se mantenham cautelosas.

Atraso na chegada das malas

Nove malas da delegação brasileira foram extraviadas na viagem de Roma (ITA) a Belgrado (SER). Algumas jogadoras ficaram sem tênis e algumas bolas da delegação também não vieram a Nis. No entanto, a comissão técnica espera que o material esteja disponível para a partida deste sábado.

De acordo com um membro da comissão técnica, em rápido contato com o LANCE!Net, a companhia aérea responsável pela perda dos equipamentos assegurou que eles estariam em posse dos brasileiros ainda nesta sexta-feira.