icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/02/2015
18:15

Em meio ao turbilhão de críticas que Anderson Silva vem recebendo desde que testou positivo para duas substâncias ilegais em exame realizado antes do UFC 183, onde bateu Nick Diaz em seu retorno ao octógono, o brasileiro recebeu uma boa notícia. Além do teste surpresa pelo qual se submeteu no dia 9 de janeiro, que já teve o resultado revelado, o ex-campeão passou por mais dois: um no dia 19 de janeiro e outro logo após o combate contra o americano, no dia 31. E o resultado do primeiro foi diferente do segundo. Spider testou negativo para drogas ilegais no exame do dia 19.

Segundo o site MMA Fighting, os exames feitos pela Comissão Atlética do Estado de Nevada no dia 19 de janeiro não apontaram qualquer irregularidade no organismo de Anderson Silva no período que foi testado. O atleta passou "limpo" pelo procedimento que buscou a presença de GH, um anabolizante ilegal no esporte.

Enquanto não tem os resultados dos testes feitos após a vitória contra Nick Diaz, Spider espera por uma audiência junto a comissão atlética no dia 17 de fevereiro, em Las Vegas (EUA), onde Nick Diaz também será julgado pelo uso de maconha. Na ocasião, o lutador será julgado sobre o teste positivo do dia 9 de janeiro e pode ser absolvido se apresentar uma boa defesa ou até ser punido pela comissão (o que é mais prováel) dependendo dos próximos capítulos do caso.