icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/12/2013
11:11

O Campeonato Paulista de 2014 poderá ter mais da metade dos clubes da Série A atuando longe de seus próprios estádios. Isso porque, de acordo com o site da Federação Paulista de Futebol, 11 casas de equipes da elite do Estadual estão interditadas para a próxima edição por conta de problemas de estrutura ou por falta de laudos.

Os estádios Nabi Abi Chedid (Bragantino), Brinco de Ouro da Princesa (Guarani), Novelli Júnior (Ituano), Jaime Cintra (Paulista), Gilberto Siqueira Lopes (Linense), José Maria de Campos Maia (Mirassol), Romildo Ferreira (Mogi Mirim), Barão de Serra Negra (XV de Piracicaba), Santa Cruz (Botafogo-SP), Francisco de Palma Travassos (Comercial) e 1º de Maio (São Bernardo) não apresentam condições de receber partidas do Paulistão, de acordo com a entidade.

Recentemente, outro estádio da Primeira Divisão foi interditado. Em novembro o Canindé, que pertence à Portuguesa, teve um laudo publicado pela Federação Paulista que listava alguns pontos pelos quais se interditou o local: falta de uma Central de Comando; o fato de existir apenas uma câmera operando na parte interna; a localização do portão de acesso da torcida visitante; a presença de placas de madeira em portões utilizados em dias de jogos; a localização do Posto de Comando da Polícia Militar; o estado de conservação do local; sinais de infiltração e queda de concreto e a venda de bebidas alcoólicas em estabelecimentos próximos, entre outros. No entanto, o local está liberado.