icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/07/2013
16:06

Após o empate por 2 a 2 com o São Caetano, na última terça-feira, em jogo válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro da série B é hora de virar a chave e voltar as atenções para o próximo compromisso, esse pela da Copa do Brasil. Na quarta-feira que vem o Paysandu irá enfrentar o Atlético-PR, no Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, pela terceira fase da competição. Na segunda-feira os ingressos começarão a ser vendidos no Estádio da Curuzu e também em uma rede de farmácias. Vão ser disponibilizados 35.000 ingressos com preços entre R$30 e R$60.

O Papão teve que enfrentar uma batalha judicial para se manter no campeonato após ter sido eliminado pelo Naviraiense. Na ocasião o clube paraense ganhou o confronto no Mato Grosso do Sul por 1 a 0 e perdeu o segundo jogo em casa por 2 a 0. Mas devido a uma irregularidade (o time do Centro-Oeste entrou em campo nas duas partidas do confronto contra o Paysandu com dois jogadores que estavam com o contrato expirado) o bicolor conseguiu reverter a situação em uma vitória no Superior Tribunal de Justiça Desportiva, no último dia 20.

Após o empate por 2 a 2 com o São Caetano, na última terça-feira, em jogo válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro da série B é hora de virar a chave e voltar as atenções para o próximo compromisso, esse pela da Copa do Brasil. Na quarta-feira que vem o Paysandu irá enfrentar o Atlético-PR, no Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, pela terceira fase da competição. Na segunda-feira os ingressos começarão a ser vendidos no Estádio da Curuzu e também em uma rede de farmácias. Vão ser disponibilizados 35.000 ingressos com preços entre R$30 e R$60.

O Papão teve que enfrentar uma batalha judicial para se manter no campeonato após ter sido eliminado pelo Naviraiense. Na ocasião o clube paraense ganhou o confronto no Mato Grosso do Sul por 1 a 0 e perdeu o segundo jogo em casa por 2 a 0. Mas devido a uma irregularidade (o time do Centro-Oeste entrou em campo nas duas partidas do confronto contra o Paysandu com dois jogadores que estavam com o contrato expirado) o bicolor conseguiu reverter a situação em uma vitória no Superior Tribunal de Justiça Desportiva, no último dia 20.