icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/11/2013
08:03

Era apenas o terceiro jogo do Flamengo no Maracanã, o segundo como mandante. A diretoria ignorou a segunda casa, o Mané Garrincha, e determinou que o confronto de volta diante do Cruzeiro pelas oitavas de final da Copa do Brasil fosse no palco que marcou as principais conquistas do clube. Escolha mais do que acertada.

Mais de 50 mil rubro-negros empurraram a equipe na vitória por 1 a 0, derrubando o favoritismo da Raposa. A classificação criava, pela primeira vez no ano, uma relação de apoio entre time e torcida.

O clube, então, passou a trabalhar nos bastidores para conseguir o melhor acordo com o Consórcio Maracanã S.A.. Mesmo não tendo uma solução definitiva em relação ao futuro – leia-se 2014 –, o Rubro-Negro ostentava um aproveitamento de 75% no estádio antes da decisão da Copa do Brasil.

Em 16 partidas feitas no Maracanã desde a reabertura após a disputa da Copa das Confederações, a equipe – que foi comandada por Mano Menezes e Jayme de Almeida no "Novo Maraca" – obteve 11 vitórias, três empates e perdeu só dois jogos.

Entre compromissos pelo Brasileiro, os confrontos a partir das oitavas da Copa do Brasil aconteceram na casa do Fla e com direito a uma performance sem derrota alguma.

Além do triunfo diante do Cruzeiro, o Rubro-Negro eliminou o Botafogo nas quartas de final – um empate e uma goleada por 4 a 0 nos dois duelos – e também bateu o Goiás na semifinal do torneio.

Assim, o Maraca também está inserido na história de recuperação do Flamengo neste segundo semestre.

ASSINATURA DE CONTRATO PENDENTE

Depois de acertar os detalhes do contrato para usar o Maracanã nos três primeiros meses de 2014, Flamengo e o consórcio que administra o estádio não assinaram ainda o acordo e a pendência ficará para o fim deste ano.

Isso porque, o Rubro-Negro exigiu como contrapartida a construção de uma arena para um público inferior a 20 mil pessoas com apoio da Odebrecht.

O clube ainda determina que a gestão da arena, que deve ser construída preferencialmente na Gávea, seja do Flamengo. O consórcio, por sua vez, na condição de responsável pela construção do empreendimento, não concorda e reivindica o gerenciamento.

MELHOR APROVEITAMENTO DA DÉCADA

Apesar de 2013 registrar o menor número de jogos do Flamengo no Maracanã, desde que o estádio foi inaugurado, nos anos 50, o aproveitamento de 75% é, até o momento, o melhor, considerando todas as partidas disputadas nas últimas décadas no local.

O melhor índice de pontos conquistados até então foi registrado na década de 70, quando o time atuou 391 partidas no Maraca e obteve 68% de aproveitamento.

A estreia do Flamengo no Maracanã foi no dia 23 de julho de 1950 em um amistoso contra o Bangu vencido pelos rubro-negros por 3 a 0.
O confronto diante do Corinthians, no domingo, foi o jogo de número 1921 do Fla no estádio.

Desde a inauguração, o Rubro-Negro computou 1034 vitórias, 476 empates e 411 derrotas. O aproveitamento geral é de 62%.

Flamengo supera o Atlético-PR e leva a Copa do Brasil