icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/06/2014
16:34

A Alemanha venceu os Estados Unidos nesta quinta-feira, por 1 a 0, e garantiu a primeira colocação do Grupo G, classificando-se, como já era esperado, para as oitavas de final da Copa do Mundo. O treinador Joachim Löw, comemorou a vaga na próxima fase e elogiou o jogo de seus comandados.

- Sabia que seria um jogo difícil. Estávamos prontos para isso. Nós fomos agressivos, dominamos o jogo, tivemos boa organização e não demos a eles oportunidades para marcar - analisou, para acrescentar que, a partir de agora, não há mais chances para erros: - Nas oitavas é tudo ou nada. É claro que requer uma atitude diferente. No meio de campo, estávamos bem fortes. Os meias dominaram o jogo. Marcamos sob pressão, não permitimos muitos ataques. Estou com uma boa impressão após esse jogo.

Na partida desta quinta-feira, Löw promoveu algumas alterações na equipe principal. Khedira, por exemplo, ficou no banco de reservas, enquanto Schweinsteiger ganhou a posição entre os 11 iniciais.

- Era a hora do Khedira ter um descanso, e o Schweinsteiger estava cheio de força e fez um bom jogo - explicou sobre a opção, além de esclarecer a situação de Podolski, titular, mas substituído: - O Podolski jogou muito nas últimas semanas, estava em excelente estado físico. No primeiro tempo, tive a impressão de que ele não estava conectado com o resto da equipe. Temos o Müller, queríamos alguém que trouxesse a bola para o centro, e o Podolski não estava fazendo isso.

Autor do único gol do confronto, Thomas Müller foi muito elogiado pelo comandante da Seleção Alemã. Agora ele é, inclusive, um dos artilheiros da Copa do Mundo, ao lado do argentino Lionel Messi e do brasileiro Neymar:

- Muller é mentalmente forte e vai ser difícil para qualquer adversário enfrentá-lo. Ele é inteligente e sempre descobre uma maneira de estar na área. Ele sempre está bem fisicamente e é o que mais corre durante o jogo. Nem o calor do último jogo o afetou. Müller faz parecer que as coisas são fáceis.

Confira outros assuntos comentados por Joachim Löw:

CONVERSA COM KLINSMANN

- Eu não sabia o resultado do outro jogo e ele me informou. Eu lhe disse que fico feliz. Não era fácil que os Estados Unidos passassem, todos esperavam Portugal. Eu o dei os parabéns. Eles (norte-americanos) batalharam e, pelos resultados, lutando contra grandes adversários, mereceram passar.

PONTO NEGATIVO DO JOGO DESTA QUINTA-FEIRA

- No último terço do jogo, temos que melhorar no sentido de buscar mais o gol. Mas nossa armação e marcação sob pressão foram melhores do que nos últimos dois jogos.

BOM GRAMADO

- Considerando que choveu tanto, o campo aqui estava melhor do que em Salvador e Fortaleza. A bola correu bem e jogamos bem neste campo.

ÖZIL DISSE PREFERIR ARMAR DO QUE CAIR PELA DIREITA

- Acho que o Özil pode jogar em diferentes posições. Ele gosta de jogar como um camisa 10, mas ele é importante para nós porque é bom e aproveita os espaços. Já temos um jogador para a posição de 10. Özil consegue jogar tanto no meio quanto nas laterais.