icons.title signature.placeholder Bruno Rodrigues
11/12/2013
18:01

São Paulo e Peñarol (URU) ainda cogitam fazer um amistoso em homenagem ao ídolo e craque uruguaio Pedro Rocha, que faleceu no último dia 2, aos 70 anos. O jogo, que vem sendo discutido pelos clubes há algum tempo, esteve perto de acontecer nesta temporada, mas brasileiros e uruguaios divergem quanto às dificuldades para a realização da partida.

Pelo lado dos Carboneros, a explicação é a de que o amistoso para El Verdugo esbarrou em datas que não coincidiram. O que pode se tornar um entrave também para o ano que vem, visto que a equipe, vencedora do último Campeonato Uruguaio, disputará a próxima edição da Copa Libertadores, torneio que atrairá todas as atenções da diretoria aurinegra.

Já no Tricolor, a justificativa é que havia data disponível para o evento, mas o clube do Morumbi teria de arcar com custos de logística da delegação do Peñarol (voos e hospedagem, por exemplo), já que acordaram em fazer o jogo no Cícero Pompeu de Toledo. Esses gastos extras que teria, claro, não agradaram o departamento de marketing são-paulino, que diz ter vontade de retomar as conversas para o jogo de homenagem.

Desde que Pedro Rocha passou a lutar contra uma atrofia do mesencéfalo, que prejudicou seus movimentos e sua fala, o São Paulo fez três homenagens ao Verdugo. A primeira, em uma série de camisas de ídolos da história nas diferentes décadas, estilo retrô. A segunda, outra série de camisas especiais, desta vez com a cor celeste, homenageando também outros craques uruguaios do clube como Pablo Forlán, Diego Lugano e Dario Pereyra.

A terceira e última com o ex-meio-campista ainda em vida aconteceu no clássico contra o Corinthians, em 2 de dezembro de 2012, pelo Campeonato Brasileiro. Na ocasião, os jogadores do Tricolor entraram no gramado do Pacaembu com um uniforme que trazia o nome de Pedro Rocha e o número 70 às costas, em alusão aos anos de vida que o uruguaio completaria no dia seguinte.

No último domingo, contra o Coritiba, na 38ª rodada do Campeonato Brasileiro, o elenco tricolor entrou no campo do Novelli Júnior, em Itu, com outra camisa especial - já em memória do craque. A peça está sendo vendida pelo clube a R$ 59,90 nas lojas do Morumbi e parte da renda arrecadada com o produto vai para a família de Rocha.