icons.title signature.placeholder Bruno Grossi
07/06/2014
15:37

Enquanto o time principal do São Paulo embarcará na noite do próximo sábado para os Estados Unidos, a diretoria do clube já planeja outra excursão para o exterior. A tendência é que jovens da base mais os atletas que estão encostados embarquem para a Europa no mês de julho.

O destino seria a Áustria, já que o país europeu sediará torneio de verão no próximo mês. O Tricolor deve formar delegação com jogadores sem espaço no time principal para tentar valorizá-los e encontrar compradores.

No grupo, estarão os argentinos Clemente Rodríguez e Marcelo Cañete, que treinam no CFA Laudo Natel, em Cotia, desde o fim do Campeonato Paulista. Outros atletas mais experientes que devem participar da viagem são o zagueiro João Filipe, contratado em 2011 e que tem vínculo com o São Paulo por mais um ano, e o lateral-esquerdo Henrique Miranda, formado na geração que revelou Lucas e Casemiro.

O restante do grupo será formado por jovens revelados em Cotia e que não devem ter chance no time principal. A ideia já havia sido levantada pelo presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, no dia da eleição. O plano do mandatário era reativar o time B para disputar torneios no exterior e negociar atletas da base que dificilmente seriam utilizados por Muricy Ramalho.

A estratégia foi utilizada por Juvenal Juvêncio entre 2006 e 2007. O São Paulo chregou a enfrentar o Bayern de Munique e fazer viagens à Indía. Essas fizeram com que os volantes Hernanes e Jean ganhassem nova oportunidade no time principal e conquistassem titulos pelo clube.

Aidar também pensa em fazer jogos pré-eliminares antes de partidas do profissional no Morumbi, mas a ideia ainda não foi colocada em prática.