icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/11/2014
20:46

Maratona de jogos e viagens, desgaste físico e falta de tempo para treinar. Essas têm sido as reclamações do São Paulo, que terá de se superar para manter a vantagem conquistada em casa e garantir vaga na semifinal da Copa Sul-Americana. Para isso, conta com o retorno de Kaká para enfrentar o Emelec (EQU), às 22h desta quarta-feira, no estádio George Capwell.

O craque foi preservado pelo técnico Muricy Ramalho e nem sequer viajou para Santa Catarina, onde o Tricolor bateu o Criciúma por 2 a 1 no último domingo. A ideia era ter o meia inteiro fisicamente no jogo em Guayaquil para deixar o time mais experiente e calmo diante da pressão que os equatorianos prometem impor.

- Desde o meu retorno, sempre converso com a comissão técnica. Então, ajustamos as programações semanais de treinos e jogos. Felizmente tem dado certo e conseguimos mais tempo para fazer uma boa preparação para as partidas, porque temos jogos decisivos pela frente. Estamos crescendo na hora certa. O time se tornou um grupo forte - destacou o camisa 8.

Se terá a volta de Kaká, o técnico são-paulino precisou lidar com cinco desfalques para o confronto decisivo. O zagueiro Rafael Toloi e o atacante Alexandre Pato continuam se recuperando de problemas musculares na coxa esquerda. Já o volante Maicon deve parar por um mês devido a lesão no joelho direito. A lista de baixas é completa com o suspenso Luis Fabiano e o garoto Ewandro, que servirá as categorias de base da Seleção Brasileira.

Do lado do Emelec, o clima é de confiança na classificação, embora a superioridade do São Paulo seja reconhecida. No fim de semana, o técnico boliviano Gustavo Quinteros poupou o zagueiro Achilier, o lateral-esquerdo Bagüi e o meia Ángel Mena da derrota por 1 a 0 para a LDU pelo Campeonato Equatoriano. Os três são peças importantes no time, principalmente Mena, autor do segundo gol nos 4 a 2 do Tricolor no Morumbi.

O São Paulo se classifica para a semifinal com qualquer vitória, empate ou derrota por um gol de diferença. Vitórias equatorianas por 2 a 0 ou 3 a 1 eliminam o Tricolor, enquanto um novo 4 a 2 leva a decisão para os pênaltis.

FICHA TÉCNICA
EMELEC (EQU) X SÃO PAULO

Local: George Capwell, em Guayaquil (EQU)
Data/Horário: 5 de novembro de 2014, às 22h
Árbitro: Enrique Osses (CHI)
Assistentes: Francisco Mondria e Sergio Roman (ambos do Chile)

EMELEC: Dreer; Narvaez, Achilier, J. Quñonez e Bagüi; P. Quiñonez, Lastra, Giménez, Bolaños e Mena; Herrera. Técnico: Gustavo Quinteros.

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Hudson, Lucão (Antonio Carlos), Edson Silva e Alvaro Pereira; Denilson, Souza, Michel Bastos, Ganso e Kaká; Alan Kardec. Técnico: Muricy Ramalho.