icons.title signature.placeholder Bruno Uliana
14/11/2014
17:24

Na tarde desta sexta-feira, o São Paulo convocou uma coletiva de imprensa no estádio do Morumbi para anunciar seus dois novos dirigentes para as categorias de base do clube: Júnior Chávare, contratado para atuar como gerente-executivo, e José Alexandre Médicis, novo diretor da pasta, ocupando a posição vaga desde a saída de Juvenal Juvêncio, destituído pelo presidente Carlos Miguel Aidar.

Médicis, inclusive, foi a novidade da coletiva. Ao lado de Júnior, ele assume como diretor estatutário. Juvenal, que ocupou este cargo por menos de seis meses, foi demitido ao lado de outros dois diretores que cuidavam do CT de Cotia, José Geraldo de Oliveira e Marcos Tadeu. Desde então, o Tricolor estava dando sequência ao processo de renovação.

- Desde que assumimos o São Paulo, tínhamos a preocupação de fazer a integração completa entre o profissional e a base. Pareciam dois clubes totalmente independentes. Não convivendo como deveriam. Queremos fazer uma integração completa a partir de agora - afirmou Ataíde Gil Guerreiro, vice-presidente de futebol do São Paulo.

Segundo Aidar, Médici assume para auxiliar Júnior Chávare em suas funções. Contratado como um executivo remunerado, Júnior fazia o mesmo trabalho nas categorias de base do Grêmio. Ataíde foi o responsável da diretoria para chegar a este nome.

- Sempre tivemos como objetivo reformular a base, o Ataíde fez uma longa triagem. Chegamos a cerca de 18 nomes. Ouvimos a comissão técnica do profissional, Muricy Ramalho, Tata… E chegamos ao Júnior. Ele agora é o responsável por comandar os projetos que queremos na base agora - disse Aidar.