icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/11/2014
00:22

Os jogadores do São Paulo deixaram o campo revoltados com a arbitragem de Heber Roberto Lopes no empate de 1 a 1 com o Internacional, na noite desta quarta-feira, no Morumbi, em jogo adiantado da 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. A reclamação maior foi com o gol ilegal do Colorado, já que o zagueiro Paulão estava impedido no lance.

– Ele (Heber) admitiu que errou, a gente entende que é um ser humano, mas tem que estar mais atento. Um erro pode custar o campeonato todo, um erro pesa muito como pesou – afirmou o atacante Luis Fabiano.

O volante Souza foi outro que se manifestou. Ele disse que não iria falar o que gostaria para não ser punido pelo STJD.

– Fim de campeonato e colocam pessoas despreparadas para apitar – resumiu.

O zagueiro Edson Silva foi outro a reclamar com Heber. Muricy Ramalho, então, foi conversar com o árbitro depois do jogo, aparentemente muito irritado.

- Foi uma confusão, deu quatro minutos de acréscimo e não deixou correr. Alem do gol muito impedido, 1,5m é brincadeira. Deixa quieto - disse o defensor.