icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
06/11/2014
18:03

São José e Curitiba decidirão o título do Super 10 - o campeonato Brasileiro de Rugby - neste sábado, às 13h, no estádio Nicolau Alayon, localizado na zona oeste de São Paulo. A final coloca frente a frente os dois melhores times da fase de classificação.

Dono do melhor ataque, com 50 tries e 395 pontos marcados, o São José sabe que não será fácil furar a defesa da equipe do Curitiba, a melhor do campeonato. Joaquin Guerra, capitão da equipe joseense, afirmou não haver favorito no confronto e pediu atenção ao time.

- Como toda final, não há favorito. Será um bom jogo, muito disputado. Temos que entrar concentrados, porque partidas como essas se decidem nos primeiros 20 minutos ou nos últimos dez.

Para o capitão, a estratégia deve se basear no menor número de erros possível.

- prevalece quem cometer menos erros. Estamos preparados para jogar contra qualquer time, então vamos aguardar as orientações do treinador e buscar impor nossa tática e técnica para a partida

Tendo sofrido apenas dois tries e 45 pontos, a equipe do Curitiba chega à final do Super 10 pela primeira vez. Enfrentar o Octacampeão e invicto São José não será fácil, mas Rambo, atleta do time paranaense, ressalta que retrospecto não entra em campo e que o time está focado e treinado para a grande decisão.

- Todos esses títulos que o São José tem ficarão em segundo plano na final. O que vale pra gente é que eles estão bem esse ano e já ganharam de nós na fase de classificação. Agora, queremos melhorar e mostrar nosso trabalho para vencê-los. Nossa expectativa pra final é grande. Estamos treinando bastante, o grupo está focado e quer arrumar os detalhes que não conseguiu na semifinal, para continuar subindo.