icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
12/11/2014
10:56

O São Cristovão Sáude/São Caetano estreou com vitória na Superliga Feminina, nesta terça-feira, diante do Uniara/Afav, por 3 sets a 2, no Ginásio Gigantão, em Araraquara (SP).

Jogando fora de casa, a equipe do técnico Hairton Cabral começou a partida atacando nas diagonais com Paula e Silvana, mas errava saques e contra-ataques, o que permitia o Uniara/Afav abrir vantagem no placar 22 a 18, e explorando o bloqueio as donas da casa fecharam o primeiro set em 25 a 20.

Já no segundo set, o São Cristovão Saúde/São Caetano começou na frente 12 a 06, e com seis pontos de vantagem, apenas administrava o placar e pontuava nos erros da adversária. O time da casa reagiu com Fernanda Tomé no saque 14 a 10, mas com a capitã Silvana sacando chegou a 24 a 13, e num ataque de Mara fechou o set em 25 a 15.

O terceiro set começou equilibrado sendo decidido ponto a ponto 3 a 3. Com erros de ataque de Araraquara, o São Cristovão Saúde/São Caetano abriu 06 a 03, mas com Fernanda Tomé no saque encostou 6 a 5. A partir daí o jogo ficou apertado 17 a 17 e sendo decido nos detalhes, e alguns erros de saques e ataques do Uniara, o São Caetano abriu vantagem 24 a 20, e com um erro de saque de Ju Odilon fechou set em 25 a 21.

Em desvantagem no placar, o quarto set começou com as donas da casa partindo para o ataque e abrindo vantagem 07 a 04, mas nos ataques de Thaisinha e nas defesas de Nine e Silvana o time de Hairton Cabral empatou 08 a 08. O Araraquara voltou a ficar na frente 23 a 20, e num erro de recepção fechou o set em 25 a 22.

O tie break começou com o São Cristovão Saúde/São Caetano abrindo vantagem 5 a 2, com Silvana no saque. Já as araraquarenses erravam recepção e a defesa do São Cristovão Saúde/São Caetano era eficiente com a líbero Nine, e Thaisinha, a maior pontuadora da noite com 23 pontos, e ganhadora do troféu ‘Viva Vôlei’, derrubava a bola 12 a 05 e num contra-ataque de Nine fechou o jogo 15 a 06.

- Já esperávamos um jogo difícil aqui, pois tivemos apenas dois dias para adaptar a outra bola, diferente do Paulista, além do nosso time estar cansado, porque não tivemos o repouso necessário para começar uma competição como a Superliga. A equipe sentiu o cansaço durante a partida e agora precisamos administrar a parte física para não termos queda no rendimento - completa Cabral.

A próxima partida do São Cristovão Saúde/São Caetano acontece na próxima sexta-feira, às 20h, no Ginásio Lauro Gomes, em São Caetano do Sul.