icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/07/2013
14:16

Mais do que a vaga para as oitavas de final da Copa do Brasil, o confronto com o Crac-GO, nesta quarta-feira, em Catalão, poderá render ao Santos a chance de acabar com um fantasma que insiste em assombrar o clube em solo goiano.

Em 39 partidas disputadas no Serrado, foram 14 derrotas, 11 empates e 14 vitórias, tendo um aproveitamento de apenas 47%. No último confronto, revés para o Atlético-GO, por 3 a 2, no Bezerrão, pelo Campeonato Brasileiro.

O duelo desta quarta, no entanto, parece ter um gosto diferente. Isso porque o Peixe atuará pela primeira vez em Catalão. Antes, no estado de Goiás, sofreu com jogos em Itumbiara, Goiânia, Anápolis e Pires do Rio.

Com pouco mais de 90 mil habitantes e sem grande tradição no futebol brasileirão, Catalão será o 167º município do Brasil visitado pelo Peixe ao longo dos seus mais de 100 anos de história.

Dentre todos os estados mais visitados pelo clube, Goiás ocupa a sexta colocação. São Paulo, com jogos em 71 cidades, está no topo do ranking. Pelo Brasil, o Peixe só não atuou nos estados de Tocantis e Amapá.

Mais do que a vaga para as oitavas de final da Copa do Brasil, o confronto com o Crac-GO, nesta quarta-feira, em Catalão, poderá render ao Santos a chance de acabar com um fantasma que insiste em assombrar o clube em solo goiano.

Em 39 partidas disputadas no Serrado, foram 14 derrotas, 11 empates e 14 vitórias, tendo um aproveitamento de apenas 47%. No último confronto, revés para o Atlético-GO, por 3 a 2, no Bezerrão, pelo Campeonato Brasileiro.

O duelo desta quarta, no entanto, parece ter um gosto diferente. Isso porque o Peixe atuará pela primeira vez em Catalão. Antes, no estado de Goiás, sofreu com jogos em Itumbiara, Goiânia, Anápolis e Pires do Rio.

Com pouco mais de 90 mil habitantes e sem grande tradição no futebol brasileirão, Catalão será o 167º município do Brasil visitado pelo Peixe ao longo dos seus mais de 100 anos de história.

Dentre todos os estados mais visitados pelo clube, Goiás ocupa a sexta colocação. São Paulo, com jogos em 71 cidades, está no topo do ranking. Pelo Brasil, o Peixe só não atuou nos estados de Tocantis e Amapá.