icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/11/2014
17:09

Cinco candidatos à presidência do Santos disputarão a preferência dos sócios no dia 6 de dezembro, e quem for eleito encontrará um planejamento já iniciado para a temporada 2015. Os atuais membros do Comitê de Gestão do Peixe têm se reunido na Vila Belmiro para deliberar sobre projetos para o clube e perfis de reforços para a próxima temporada. Nomes, entretanto, só começarão a ser mencionados no encontro do grupo que ocorre nesta quinta-feira. A ideia é ter situações já direcionadas para o clube não começar o ano que vem "atrasado" em relação a seus rivais.

- Quinta-feira tem a reunião e vamos ver quais são as sugestões em termos de reforço. Recebemos relatório do departamento de futebol e ano passado também recebemos esse relatório em outubro, indicando um perfil de técnico e jogadores a serem contratados. A gente procura seguir essa orientação - afirmou o atual presidente santista, Odílio Rodrigues, durante evento na segunda.

Em outubro do ano passado, o Comitê de Gestão do Santos definiu que Claudinei Oliveira não seria mantido como treinador na temporada de 2014 e já começou a falar de nomes, como Oswaldo de Oliveira, então no Botafogo, e Enderson Moreira, que dirigia o Goiás à época. Ao fim do Brasileirão, Oswaldo foi procurado como plano A, mas não agradou os dirigentes e foi dispensado no início de setembro deste ano. Enderson, então desempregado após deixar o Grêmio, foi o nome escolhido.

O treinador, com contrato até o fim de 2015, participa do planejamento independentemente do presidente que vier a assumir o cargo na próxima temporada. A ideia é que ele indique o perfil ideal de reforços para o Peixe.

- Todos os gerentes apresentaram até semana retrasada um relatório de suas atividades, recebemos também da parte do futebol uma proposta, em que está previsto perfil de jogador, reforços... Esperamos que o Santos saia mais fortalecido ano que vem - disse Odílio.

Nesta temporada, o Santos foi vice-campeão paulista, derrotado pelo Ituano na decisão, ocupa atualmente o oitavo lugar do Brasileirão, quase sem chances de atingir o G4, e decide sua vida na Copa do Brasil nesta quarta-feira, às 22h, contra o Cruzeiro. O time mineiro traz à Vila Belmiro uma vantagem construída por 1 a 0.