icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/08/2015
11:56

Os 2 a 0 que o Santos fez no Corinthians na primeira partida  das oitavas de final da Copa do Brasil deixou os santista muito confiantes em avançar de fase. E outro fato pode aumentar ainda mais a certeza pela classificação: o tabu de vitórias expressivas do rival contra o Peixe.

Para passar pelo Santos direto, sem a necessidade de levar o confronto para os pênaltis, o Corinthians terá que vencer por três ou mais gols de diferença, fato que não acontece há dez anos, desde a famosa goleada por 7 a 1 no Pacaembu, comemorada até hoje pela torcida corintiana.

Já um 2 a 0 do Timão sobre o Peixe (resultado que levaria a decisão para os pênaltis) aconteceu pela última vez em 2 setembro de 2007, ano do rebaixamento do Corinthians, há quase oito anos. Na ocasião, o Santos tinha em campo o goleiro Fábio Costa e o sérvio Petkovic, além de ser comandado por Vanderlei Luxemburgo.

De 2007 para cá aconteceram 29 clássicos e o Corinthians teve outras três vitórias por dois gols de diferença, mas sempre levando gols (uma vitória por 4 a 2 e duas por 3 a 1, resultados que garantem o Santos nas quartas). Já são 15 jogos que o Corinthians não vence o Peixe por dois ou mais gols de diferença. E agora?

Os 2 a 0 que o Santos fez no Corinthians na primeira partida  das oitavas de final da Copa do Brasil deixou os santista muito confiantes em avançar de fase. E outro fato pode aumentar ainda mais a certeza pela classificação: o tabu de vitórias expressivas do rival contra o Peixe.

Para passar pelo Santos direto, sem a necessidade de levar o confronto para os pênaltis, o Corinthians terá que vencer por três ou mais gols de diferença, fato que não acontece há dez anos, desde a famosa goleada por 7 a 1 no Pacaembu, comemorada até hoje pela torcida corintiana.

Já um 2 a 0 do Timão sobre o Peixe (resultado que levaria a decisão para os pênaltis) aconteceu pela última vez em 2 setembro de 2007, ano do rebaixamento do Corinthians, há quase oito anos. Na ocasião, o Santos tinha em campo o goleiro Fábio Costa e o sérvio Petkovic, além de ser comandado por Vanderlei Luxemburgo.

De 2007 para cá aconteceram 29 clássicos e o Corinthians teve outras três vitórias por dois gols de diferença, mas sempre levando gols (uma vitória por 4 a 2 e duas por 3 a 1, resultados que garantem o Santos nas quartas). Já são 15 jogos que o Corinthians não vence o Peixe por dois ou mais gols de diferença. E agora?