icons.title signature.placeholder Bruno Andrade
31/03/2014
12:29

As duas partidas entre Santos e Ituano, na final do Paulistão, serão disputadas no estádio do Pacaembu nos dias 6 e 13 de abril. O anúncio foi feito no início da tarde desta segunda-feira, na Federação Paulista de Futebol (FPF), durante encontro entre dirigentes dos dois times e da entidade que comanda o futebol estadual. A renda de ambas as partidas será dividida entre os clubes. 

O ex-jogador Juninho Paulista, atual presidente do time de Itu, afirmou que 15% dos ingressos de cada um dos duelos será destinado ao Ituano (aproximadamente 5 mil lugares), cabendo ao Peixe, portanto, 85% dos bilhetes. Os espaços para os torcedores da equipe rubro-negra serão os 21 e 22, nas laterais coladas ao tobogã. O bilhete para os santistas custará R$ 60 ao passo que para os do Galo são mais baratos, R$ 40 (confira os valores de todos os ingressos abaixo). O dirigente declarou que o acordo foi feito pelo entendimento de que o Santos tem maioria dos torcedores e é natural que seja essa a divisão.

- A escolha do Pacaembu foi boa para o espetáculo, mesmo com a torcida do Santos em maior público nos dois jogos. Infelizmente, a Vila Belmiro e o Novelli Júnior têm algumas limitações - declarou Juninho.

Do lado santista, o desejo era jogar uma das partidas finais na Vila Belmiro. No entanto, o mando de campo, conforme consta no regulamento, é da Federação Paulista de Futebol.

- O desejo do Santos era jogar na Vila Belmiro, mas a vontade da Federação precisa prevalecer. Temos uma grande torcida em São Paulo também. Vamos fazer do Pacaembu a nossa casa - afirmou Odílio Rodrigues, presidente em exercício do Peixe.

Santos e Ituano conquistaram a vaga na decisão no último domingo. O Peixe derrotou o Penapolense por 3 a 2, na Vila Belmiro, de virada. O time interiorano surpreendeu o Palmeiras no Pacaembu com triunfo por 1 a 0. A equipe do Litoral busca seu 21º título estadual, para empatar com o São Paulo na quantidade de troféus, enquanto o Rubro-Negro busca o segundo - levantou o troféu de 2002, quando não houve a participação dos grandes, que disputavam o Rio-São Paulo. 

Cícero comemora gol que deu vitória ao Santos sobre o Ituano na primeira fase (FOTO: Miguel Schincariol/ LANCE!Press)

Na campanha das equipes há uma antítese curiosa. O Peixe tem disparado o melhor ataque do certame, com 46 gols em 17 partidas. Já o Ituano sofreu apenas 10 tentos, com a defesa menos vazada. 

Neste século, o Peixe é o maior campeão paulista. O clube busca seu sexto título desde 2001, tendo faturado o troféu em 2006,2007,2010, 2011 e 2012. No título de 2010, a equipe fez os dois jogos no Pacaembu, contra o Santo André, contexto que se repete agora, com adversário diferente.

INGRESSOS:

Setor 21 e 22 (Ituano): R$ 40,00
Arquibancada (Santos): R$ 60,00
Tobogã (Santos): R$ 40,00
Cadeira azul (Santos): R$ 200,00
Cadeira descoberta (Santos): R$ 150,00
Cadeira descoberta laranja (Santos): R$ 130,00