icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/12/2013
19:12

Quarto colocado no Campeonato Brasileiro, o Goiás sabe que não bastará manter a sua posição para disputar a Libertadores do ano que vem, pois se a Ponte Preta for campeã da Copa Sul-Americana, o G4 passará a ser G3. Por isso, o Esmeraldino precisa fazer a sua parte diante do Santos, neste domingo, às 17h, e ainda torcer por um revés do Atlético-PR para buscar a terceira posição.

E, para isso, deverá ter força máxima. O atacante Walter, de 29 gols na temporada, sendo 13 no Brasileirão, se recuperou de uma entorse no tornozelo esquerdo e, caso não volte a sentir dores no local, estará em campo. Além dele, o zagueiro Rodrigo volta ao time após cumprir suspensão automática.

Ele espera que o Goiás possa confirmar uma classificação para a Libertadores que faria o time concluir um ciclo de superação, assim como o mesmo destacou. De integrante da Série B em 2012, o Esmeraldino pode disputar a maior competição sul-americana na próxima temporada.

– A vaga na Libertadores é o que a gente considera como encerramento de um ciclo de superação que o Goiás iniciou lá no ano passado. O clube conquistou a Série B com méritos e iniciou este Campeonato Brasileiro desacreditada de certo modo, pois ninguém apostava que brigaríamos por grandes coisas. Mas mostramos que o trabalho dia após dia é o que vale, pois pouco a pouco, fomos conquistando nossos objetivos e tendo novas metas para alcançar.

Quem pode ter a chance de acompanhar o duelo no Serra Dourada é Enderson Moreira, técnico do Goiás. Ele foi submetido a uma intervenção cirúrgica no coração – que estava programada – na última quarta e vem tendo uma boa recuperação. Luís Fernando Flores, um dos seus auxiliares, é quem comandará o Goiás à beira do campo.

No Santos, Claudinei Oliveira faz a sua despedida após 40 jogos (16 vitórias, 12 empates e 12 derrotas). Outro que vestirá a camisa pela última vez é Durval. No clube desde 2010, o zagueiro entra na vaga de Edu Dracena, que está suspenso. Aos 33 anos, não terá o vínculo renovado para 2014.

Na oitava colocação com 54 pontos, o Peixe não briga por mais nada na competição. Apesar da falta de motivação, o goleiro Aranha diz que o clube vai brigar pela vitória.

- Muitas vezes no campeonato a gente não jogou um futebol brilhante, mas o torcedor em momento algum viu faltar raça e determinação, por isso terminamos o campeonato em uma situação confortável. Se a gente não brigou pro título, também não passamos sufocos, como outras equipes estão passando. Vamos manter essa pegada - finalizou.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS X SANTOS

Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data-Hora: 8/12/2013 – 17h (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Auxiliares: Kléber Lúcio Gil (Fifa-SC) e Carlos Berkenbrock (SC)

GOIÁS: Renan, Vítor, Ernando, Rodrigo e William Matheus; Amaral, Dudu Cearense, Eduardo Sasha, Hugo e Renan Oliveira; Walter. Técnico: Luís Fernando Flores.

SANTOS: Aranha, Cicinho, Gustavo Henrique, Durval e Mena; Alison, Arouca, Cícero e Montillo; Thiago Ribeiro e Geuvânio. Técnico: Claudinei Oliveira.