icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/11/2014
14:02

A derrota por 1 a 0 no Mineirão e o empate em 1 a 1 na Vila Belmiro eliminaram o Santos da Copa do Brasil e garantiram uma final inédita entre Cruzeiro e Atlético-MG. Vice-campeão paulista e agora fora da Copa do Brasil, o time do técnico Enderson Moreira tem apenas seis partidas até o encerramento da temporada 2014, todas pelo Brasileirão. O problema é que o Peixe tem 46 pontos e está a oito do Fluminense, que abre o G4 atualmente, tornando uma eventual vaga na Libertadores de 2015 praticamente inatingível.

Nestes últimos seis jogos da temporada, aliás, o Santos terá pela frente o Corinthians, já no próximo domingo, além de Cruzeiro, novamente, Atlético-PR, São Paulo, Botafogo e Vitória. Para juntar os cacos nas últimas semanas da temporada, Enderson Moreira já projeta o compromisso do fim de semana, na Arena Corinthians.

- São coisas do mundo da bola. Assim como o Inter teve a semana aberta (antes da vitória por 2 a 1, no último domingo), o Corinthians também terá. É uma vantagem, mas vamos buscar alternativas para ter uma equipe competitiva na casa deles - afirmou Enderson Moreira após a eliminação da Copa do Brasil na Vila Belmiro.

Agora, para enfrentar o Corinthians, o comandante precisa analisar quem está bem fisicamente, já que Robinho saiu com dores na coxa, por exemplo. Mena, também substituído, teve apenas um corte no supercílio e não deve preocupar. Na Vila Belmiro, é hora de repensar o futuro e tentar recuperar um pouco da moral perdida diante do arquirrival.

- É jogar o campeonato da melhor forma possível. Entramos em bons jogos e a vitória escapou por detalhe: Inter, Chapecoense, Cruzeiro... Somos um time organizado, soubemos buscar alternativas do jogo, mas está escapando a vitória. Queria sair daqui com classificação, dar alegria para o torcedor, mas infelizmente não tivemos condição - lamentou.