icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/12/2013
18:13

O Santos acertou seu primeiro reforço para 2014. Após ser comprado por R$ 42 milhões pelo fundo inglês Doyen Sports, Leandro Damião foi repassado ao Peixe e assinou contrato de cinco anos com o clube, que também deve ter participação financeira em uma futura venda. O acerto, confirmado pelo site oficial do Alvinegro, aconteceu após um encontro entre os presidentes Odílio Rodrigues, do Peixe, e Giovanni Luigi, do Internacional, em Porto Alegre.

Natural de Jardim Alegre, no interior do Paraná, Damião despontou para o futebol jogando na várzea. E não foi aos 13 anos, antes de passar por diversas categorias de base. O jogador se destacou apenas aos 17 anos, atuando nos campos de areia de São Paulo, para onde foi ainda jovem.

Depois de ser reprovado em diversas peneiras em times do estado de São Paulo, Damião foi para Santa Catarina. Lá, foi aprovado para jogar no Atlético de Ibirama, mas logo foi emprestado para o XV de Indaial, em 2007. No ano seguinte, partiu, também por empréstimo, para o Marcílio Dias, onde disputou a Série C.

Antes de chegar ao Internacional, o atacante foi emprestado ao Cidade Azul-SC. Em 2010, a equipe do Rio Grande do Sul comprou o atleta, que foi deslocado às categorias de base do clube para adquirir fundamentos básicos do futebol, já que havia jogado na várzea e ido direto ao profissional.

Desde então, foi convocado para a Seleção Brasileira Sub-23 e profissional. Vestindo a camisa verde e amarela principal, atuou em 17 jogos e marcou três gols. Antes da Copa das Confederações, Damião se lesionou e foi cortado da lista de Felipão. Desde então, caiu de rendimento e não foi mais convocado pelo treinador.

SANTOS E DOYEN: INIMIGOS OU PARCEIROS?

Recentemente, o Doyen Sports participou da venda de Felipe Anderson para a Lazio, da Italia. O fundo ajudaria o Peixe também a trazer o lateral-direito Cicinho, que estava na Ponte Preta. No entanto, a diretoria santista não aceitou as exigências feitas pela empresa. Assim, teve de arcar com a maior parte do pagamento: R$ 5 milhões, enquanto a Teisa (Terceira Estrela Investimentos) pagou R$ 1,5 milhão.

Na época, um dirigente alvinegro que pediu anonimato disse que "não se faz negócio bom com gente ruim", se referindo ao Doyen. Já o presidente Odílio Rodrigues tentou colocar panos quentes na polêmica.

Renato Duprat já foi parceiro, inimigo e agora voltou a ter bom trânsito na Vila Belmiro. Ele herdou o Unicór, grupo do ramo de saúde que patrocinou o Santos de 1995 a 1999 e teve liquidação decretada em 2001. À frente dos negócios na época, o empresário foi acusado pela CPI do Futebol de deixar uma dívida de R$ 1,2 milhão no Peixe quando saiu. Ele voltou a negociar com o Alvinegro em 2011, quando o Doyen comprou 50% dos direitos do meia Felipe Anderson.

FICHA TÉCNICA

Nome completo: Leandro Damião da Silva dos Santos
Data de nascimento: 22 de julho de 1989
Cidade natal: Jardim Alegre-PR
Altura: 1,87m
Clubes: Atlético de Ibirama, XV de Indaial, Marcílio Dias, Cidade Azul e Internacional.