icons.title signature.placeholder Bruno Cassucci
15/03/2014
07:01

O Santos não esconde de ninguém que busca a contratação de um zagueiro. No entanto, o clube encontra dificuldades para achar defensores com o perfil que deseja no mercado nacional. Por isso, uma das soluções encontradas foi voltar os olhos para outros países da América do Sul. Atualmente, cerca de oito beques estão sendo observados, alguns deles destaques em países vizinhos do Brasil.

Dentre os atletas analisados, um dos que mais se destaca é Eder Fabián Balanta, colombiano do River Plate, da Argentina. No fim do ano passado, ele foi convocado pela primeira vez para a seleção e tem chances até de disputar a Copa do Mundo. Recentemente, a imprensa internacional noticiou que Barcelona (ESP), Milan (ITA) e Monaco (FRA) também se interessam pelo jogador, que tem apenas 21 anos.

O Santos pode contar com a ajuda do Doyen Sports e da Teisa para contratar Balanta, mas teme que o River peça alto pela venda dele.

Assim como o colombiano, Igor Lichnovsky, da Universidad de Chile, também é monitorado pelo Peixe e por outros clubes europeus. Também jovem – tem 20 – ele está avaliado em cerca de R$ 4,5 mi.

Outro gringo que o Alvinegro analisa é Fernando Tobio, de 24 anos, que defende o Vélez (ARG).

Sandro Orlandelli é o principal responsável pela observação dos zagueiros. Ele colhe informações, estatísticas e discute os nomes com Zinho, gerente de futebol, e o técnico Oswaldo de Oliveira. Relatórios também são encaminhados a André Zanotta, superintendente de esportes do clube, e responsável por cuidar das negociações.

Zanotta, por sinal, confirmou que já há conversas com alguns defensores, mas todas em estágio inicial. Empresários foram sondados, mas não há nenhuma tratativa em andamento, o que deve começar nas próximas semanas.

Edu Dracena e Gustavo Henrique, que eram titulares da zaga santista, machucaram os joelhos e só retornam no segundo semestre.