icons.title signature.placeholder Bruno Cassucci e Guilherme Amaro
23/12/2013
07:03

Após passar 2013 sem patrocínio master e sofrer dificuldades financeiras por conta disso, o Santos foca na busca por anunciantes para o próximo ano e, com nova estratégia, acredita que pode fechar novos acordos em breve. O Peixe, inclusive, voltou a conversar com a Caixa Econômica Federal, banco que patrocina diversos clubes do Brasil, e negociou sem êxito com o Alvinegro no passado.

O acerto com a estatal não aconteceu na época pois a pretensão santista era maior do que os cerca de R$ 18 milhões oferecidos. No começo desta temporada, o Comitê de Gestão do Santos acreditava que poderia fechar o patrocínio principal por até R$ 25 milhões. Porém, antes inflacionado, o mercado publicitário no futebol sofreu retração. Além disso, o Peixe viu o astro Neymar sair, o ano passar e nenhuma empresa aceitar pagar o que o clube queria. Hoje, dirigentes reconhecem que a estratégia de não “baixar a régua” antes foi errada.

Atualmente, o Santos trabalha com um número mais modesto como meta: R$ 20 milhões por ano.

Embora tenha reduzido a pedida, o departamento de marketing alvinegro não tem tido facilidade na prospecção do mercado. O fato de a Copa do Mundo do ano que vem ser no Brasil faz com que muitas empresas foquem no evento e as seleções envolvidas e não nos clubes.

Mesmo assim, o clima é de otimismo. Recentemente, Fernando Montanha, gerente de marketing santista, afirmou ter negociações avançadas com quatro companhias. Ele confiava em um acerto neste mês, mas o prazo foi adiado para janeiro. O L! apurou que, além da Caixa, outras duas empresas tratam com o Peixe, que também busca um patrocínio para as mangas da camisa.


Pressa para poder focar em outras ações

Conseguir um patrocínio master e para as mangas da camisa é o principal objetivo do departamento de marketing santista. Com isso, os funcionários do setor não têm conseguido dedicar o tempo e a atenção que gostariam para outros ações. Por isso, a diretoria tem pressa e quer fechar os novos anunciantes o quanto antes para pode voltar esforços a outros assuntos.

Depois de fechar o patrocínio, o foco passará a ser no licenciamento de produtos, ações para sócios, fidelização de torcedores, entre outros.

Atuais patrocinadores do Santos

Seara
Empresa de laticínios patrocina o clube desde o começo de 2010. Já foi a principal anunciante e, desde o começo do ano, estampa sua marca no ombro da camisa. Atualmente, empresa paga cerca de R$ 3 milhões por ano. Permanência para 2014 é possível, mas ainda não foi confirmada pelas partes.

CSU
Além de patrocinar o Peixe, é administradora do programa Sócio-Rei. Clube ainda não divulgou se o contrato que termina no final do ano será renovado. A empresa estampa sua marca dentro do número da camisa santista. Valores da parceria não foram divulgados, mas estima-se que seja de aproximadamente R$ 2 milhões.

Corr Plastik
No fim de 2012, empresa de tubos e conexões acertou patrocínio de duas temporadas com o Santos por R$ 3,5 milhões ao ano. Marca é exposta no calção da equipe e na barra da camisa. Neste ano, a companhia também acertou patrocínio pontual para três jogos, sendo um deles o amistoso com o Barcelona no qual o Peixe foi goleado.

Minds
Outro patrocinador cujo contrato com o Santos acaba no fim deste ano. Rede de escolas de idiomas, que conta com 26 unidades, anuncia na camisa da equipe desde o começo desta temporada. Marca é exposta próxima ao colarinho da camisa alvinegra. Valores do acordo não foram divulgados, mas giram em torno de R$ 2 milhões.