icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/08/2015
15:58

O goleiro Vladimir acertou a renovação de seu contrato com o Santos nesta sexta-feira, com validade até o fim de 2016. Revelação das categorias de base do próprio clube, o jogador de 26 anos tinha o vínculo anterior somente até dezembro deste ano, mas o Santos mostrou interesse em estender e o atleta, mesmo estando atualmente na reserva de Vanderlei, também não colocou obstáculos para ficar na Vila Belmiro.

Promovido ao elenco profissional do Santos em 2011, mesmo ano em que fez sua estreia, Vladimir realizou 42 jogos desde então, tendo sofrido 46 gols no período. Sua maior sequência ocorreu neste ano, graças a uma lesão de Vanderlei, contratado do Coritiba para a vaga de Aranha. O reserva assumiu a vaga do camisa 1 durante uma partida contra a Ponte Preta, em março, e seguiu no time principal mesmo após o retorno do concorrente. Destaque no empate em 1 a 1 com o Corinthians, na arena de Itaquera, o número 12 começou jogando nas duas finais do Paulistão contra o Palmeiras e foi campeão estadual.

Vladimir só perdeu a vaga de titular do Santos após a derrota por 2 a 1 diante do Fluminense, fora de casa, pela 16ª rodada do Brasileirão, após recorrentes falhas. Nos últimos jogos o camisa 12 tem ficado no banco, com Gabriel Gasparotto e João Paulo como opções, mas ainda sem terem estreado na temporada.

O goleiro Vladimir acertou a renovação de seu contrato com o Santos nesta sexta-feira, com validade até o fim de 2016. Revelação das categorias de base do próprio clube, o jogador de 26 anos tinha o vínculo anterior somente até dezembro deste ano, mas o Santos mostrou interesse em estender e o atleta, mesmo estando atualmente na reserva de Vanderlei, também não colocou obstáculos para ficar na Vila Belmiro.

Promovido ao elenco profissional do Santos em 2011, mesmo ano em que fez sua estreia, Vladimir realizou 42 jogos desde então, tendo sofrido 46 gols no período. Sua maior sequência ocorreu neste ano, graças a uma lesão de Vanderlei, contratado do Coritiba para a vaga de Aranha. O reserva assumiu a vaga do camisa 1 durante uma partida contra a Ponte Preta, em março, e seguiu no time principal mesmo após o retorno do concorrente. Destaque no empate em 1 a 1 com o Corinthians, na arena de Itaquera, o número 12 começou jogando nas duas finais do Paulistão contra o Palmeiras e foi campeão estadual.

Vladimir só perdeu a vaga de titular do Santos após a derrota por 2 a 1 diante do Fluminense, fora de casa, pela 16ª rodada do Brasileirão, após recorrentes falhas. Nos últimos jogos o camisa 12 tem ficado no banco, com Gabriel Gasparotto e João Paulo como opções, mas ainda sem terem estreado na temporada.