icons.title signature.placeholder Rodrigo Vessoni
09/07/2014
09:01

Dia 3 de julho de 1990, estádio San Paolo, Napoles (ITA). Data, local e cidade onde a seleção argentina disputou sua última semifinal de Copa do Mundo. Exatos 8772 dias depois, após cinco competições (94, 98, 2002, 2006 e 2010) e 26 partidas disputadas, o povo argentino voltará a sonhar com mais uma decisão - confronto com a Holanda acontece nesta quarta-feira, a partir das 17h, na Arena Corinthians, em São Paulo.

Uma chance de ouro, que os jogadores do atual elenco alviceleste não querem desperdiçar. Afinal, quantos representaram o país nos últimos anos e não conseguiram? Não é exagero dizer que ao menos duas gerações de grandes nomes disputaram a competição e não alcançaram a fase semifinal. Decisão? Muito menos...

L!TV
> Alemães elogiam recorde de Klose e não acreditam em revanche
> Humilhação! Alemanha esmaga Brasil com goleada inacreditável
> Histórico! Saiba o que está por trás do vexame da Seleção
> Mãe de Angélica troca jogo da Seleção por Chaves
> Após goleada, Alemanha ‘vira’ Flamengo na Copa do Mundo
> Na Arena, argentinos enlouquecem e são contidos pela polícia


De Diego Maradona, Caniggia e Batistuta, passando por Riquelme, Aimar, Saviola, Sorín e Crespo. Treinadores? Bilardo, Basile, Passarella, Bielsa, Pekerman, Maradona...tantos personagens importantes do futebol argentino que nos últimos 24 anos não puderam vivenciar a situação (leia-se adrenalina e emoção) que Lionel Messi, Lavezzi, Demichelis, Alejandro Sabella & Cia. terão diante dos holandeses, donos do melhor ataque da atual edição da Copa do Mundo, com 12 gols marcados em cinco jogos.


Higuaín comemora seu gol, que levou a Argentina às semifinais (Foto: Evaristo Sa/AFP)

Um sentimento de orgulho que ninguém expressou melhor do que Mascherano. No vestiário da Arena Mané Garrincha, antes do confronto com a Bélgica, o volante pediu a palavra aos companheiros e lembrou das frustrações nas última duas Copas - ele, Messi e Máxi Rodriguez são os únicos que disputaram três mundiais. O recado a todos foi direto sobre a importância de voltar a uma semifinal de Mundial.

- Estou cansado de comer merda! - gritou.

Após o jogo, menos pilhado, explicou.

- Amo esta profissão e me encanta o que faço. Há 24 anos a Argentina não faz esse jogo (semifinal). O que fizemos contra a Bélgica apenas aumenta a expectativa das pessoas e o destino vai se encarregar de nos colocar onde merecemos - completou Mascherano.

OS ATUAIS 23 JOGADORES NA ÚLTIMA SEMIFINAL:

Campagnaro 10 anos
Demichelis 9
Orión 9
Maxi Rodríguez 9
Palacio    8
Basanta    6
Mascherano 6
Andújar    6
Zabaleta 5
Lavezzi    5
Garay 4
Biglia 4
Fernández 4
Pérez 4
Gago 4
Romero 3
Messi 3
Di María 2
Higuaín    2
F. Fernández 2
Álvarez    2
Agüero 1
Rojo 3 meses

CAMPANHAS DA ARGENTINA NOS ÚLTIMOS 24 ANOS:

2010
A Argentina chegou às quartas com uma campanha perfeita: quatro vitórias, sobre Nigéria (1x0), Coréia (4x1), Grécia (2x0) e México (3x1). Nas quartas de final, porém, passou vergonha ao ser massacrada pela Alemanha, num incontestável 4 a 0. Maradona era o treinador da equipe alviceleste.

2006
Mais uma eliminação nas quartas, e com a Alemanha como algoz. Depois de passar por Costa do Marfim (2x1) e Sérvia (6x0), empatar com a Holanda sem gols e eliminar o México no primeiro mata-mata (2x1), a seleção argentina caiu nos pênaltis após empatar por 1 a 1.

2002
Pior desempenho durante esses 24 anos sem alcançar à semifinal. Seleção argentina foi eliminada na primeira fase, num grupo que tinha Nigéria (1x0), Inglaterra (0x1) e Suécia (1x1).

1998
Queda nas quartas de final para a Holanda, após derrota por 2 a 1. Desempenho nos jogos anteriores foi bom: Japão (1x0), Jamaica (5x0), Croácia (1x0), além do empate por 2 a 2 com a Inglaterra nas oitavas, com triunfo na decisão por pênaltis.

1994     
Uma queda inesperada para a Romênia logo nas oitavas de final, após derrota por 3 a 2. Na primeira fase, a seleção tinha vencido Grécia (4x0) e Nigéria (2x1), mas perdido para a Bulgária (0x2).