icons.title signature.placeholder Renato Homem
23/11/2013
07:09

O San Lorenzo, time de futebol argentino e pelo qual torce o Papa Francisco, agiu rápido em busca da ativação da marca, aproveitando-se da presença, semana passada, em Buenos Aires, do tenista sérvio Novak Djokovic, o número 2 do ranking da ATP.

Após dar uma clínica para crianças de uma escola em Villa Soldati, na capital argentina, Djokovic surpreendeu ao revelar sua torcida pelo San Lorenzo, "o mesmo time do Papa Francisco". Assim que a notícia correu, o clube imediatamente postou em seu site oficial uma ficha de inscrição em nome do tenista sérvio, com direito a foto.

O San Lorenzo recorrera a mesma ação em março passado, por ocasião da escolha do ex-cardeal de Buenos Aires, Francisco Bergoglio, para o cargo de líder da Igreja Católica.

A revelação de Djokovic fora feita logo após o prefeito da capital portenha, Mauricio Macri, presentear o tenista com uma camisa do Boca Juniors. Ao receber o mimo das mãos do alcaide portenho, o sérvio não se fez de rogado, e pediu o manto "do time do Papa Francisco."

O apelo feito pelo tenista foi prontamente atendido. Logo depois, Djokovic fora visto com uma camisa do time em suas mãos.