icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/11/2014
13:47

O San Lorenzo aproveita a fama internacional conseguida primeiro com o papa Francisco, que anunciou ser torcedor fanático do clube, e depois com a conquista da Libertadores, para expandir sua marca na Europa e se preparar para o Mundial de Clubes. Neste meio de semana, o Ciclón viajou à Itália onde enfrentará o Milan em torneio amistoso, chamado de Luigi Berlusconi, pai de Silvio, dono do Rubro-Negro italiano.

Os italianos aproveitaram que não se classificaram para nenhuma competição europeia nesta temporada e devem fazer mais amistosos desse tipo ao longo da campanha. O Manchester United, outro grande clube europeu fora da Champions e da Liga Europa, deve seguir o mesmo caminho.

O time argentino, que vem de grande vitória sobre o Boca Juniors por 2 a 0 no Campeonato Argentino após cinco jogos sem triunfos, já está em Milão para o amistoso com o Milan. Os italianos, por sua vez, perderam para o Palermo no fim de semana, chegaram a três partidas sem vitória e seguem em situação complicada.

Apesar da longa viagem, o San Lorenzo não dispensou nenhum de seus principais jogadores. Cauteruccio, Matos, Más, Ortigoza e Villalba viajaram. O único grande desfalque é o veterano Romagnoli, que luxou o braço há algumas rodadas e segue se recuperando de olho no Mundial.