icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/07/2014
21:42

Um dos times mais tradicionais da América do Sul a nunca ganhar uma Libertadores, o San Lorenzo está cada vez mais perto de dar um fim a essa incômoda marca. No primeiro jogo da semifinal da Liberta-2014, o Ciclón venceu com autoridade a surpresa Bolívar por 5 a 0 e encaminhou sua classificação para a grande decisão. Quem passar deste duelo enfrenta o vencedor de Nacional-PAR e Defensor-URU - na ida, melhor para o time paraguaio, que venceu o adversário por 2 a 0, em Assunção.

O único porém do confronto é que o adversário do time do Papa Francisco tem um grande trunfo na manga: a altitude. Na semana que vem, o Bolívar manda o jogo em La Paz, a 3.600m do nível do mar e pode aprontar, mesmo com o placar elástico conseguido pelos argentinos no jogo da ida.

Placar esse que foi construído graças a duas grandes falhas do goleiro Quiñónez. Logo aos cinco, o veterano Romagnoli, percebendo que o adversário saía do gol com muita vontade, mandou a bola na cabeça de Matos no meio do caminho que o goleiro do Bolívar fazia. Resultado? 1 a 0 San Lorenzo, gol de cabeça. Com o gol, os argentinos passaram a dominar o primeiro tempo e ainda fizeram mais um, com uma jogada idêntica. Desta vez, quem marcou foi Más.

Na segunda etapa, o Bolívar mudou e passou a tentar agredir o San Lorenzo. Após um período de pressão, o Ciclón equilibrou as ações, mas os bolivianos foram à luta e quase diminuíram com Equino. Logo depois, porém, veio o grande golpe: de surpresa o volante Mercier apareceu na área e, em jogada individual, transformou a vitória em goleada. Depois, veio a cereja no bolo: Buffarini roubou a bola na intermediária, avançou sem ser incomodado e soltou uma bomba do meio da rua. No fim, Más ainda marcou o segundo, terminando o passeio em grande estilo. Pintou o favorito ao título.

> ASSISTA AO QUARTO GOL DO SAN LORENZO NA GOLEADA SOBRE O BOLÍVAR