icons.title signature.placeholder Eduardo Moura
30/04/2014
10:11

Os primeiros minutos irão definir o que vai acontecer com o jogo. É a leitura que o técnico do San Lorenzo, Edgardo Bauza, faz do duelo com o Grêmio, nesta quarta-feira, a partir das 22h, na Arena. O comandante do Ciclón espera uma pressão na primeira meia hora de jogo, mas diz que o time não irá se assustar com o ambiente a favor dos tricolores.

A tendência é que a Arena esteja o mais próximo possível de sua lotação na noite desta quarta. Foram colocados 26 mil ingressos à venda e restam apenas menos de 1,8 mil. A expectativa é de 47 mil pessoas no estádio - cabem 55,5 mil pessoas na Arena -, o que seria um novo recorde para a Arena. Nada que impressione os argentinos.

- Temos experiência, o entorno não vai nos assustar. Temos essa personalidade. Nos momentos cruciais, mostramos isso. E é um jogo de futebol. Esperamos que saia tudo bem - comentou Bauza após o reconhecimento da Arena.

O treinador também deu a receita para quebrar o ritmo intenso que o Tricolor, imagina, irá tentar colocar nos primeiros instantes da partida: ter a bola. Quer girar o jogo e aproveitar-se da característica ofensiva dos seus jogadores.

- Vamos ter muita pressão nos primeiros 20 miunutos, vão tentar tirar a diferença em seguida. Vai ser importante como sairemos desse momento. Com a posse de bola, tratar de preocupá-los. Temos que ficar atentos porque temos uma boa circulação e uma equipe veloz - avaliou o treinador argentino.

O San Lorenzo irá repetir a equipe que venceu o Tricolor no Nuevo Gasómetro. Blandi se recupera de um problema no pé, mas não deve iniciar o jogo. A provável escalação tem Torrico; Buffarini, Valdés, Gentiletti e Más; Mercier, Ortigoza, Villalba e Piattii; Correa e Matos.