icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/04/2014
13:21

A carreira de Miguel Samudio foi construída no Libertad (PAR). Portanto, o lateral-esquerdo, de 27 anos, conhece bem o Cerro Porteño (PAR), rival do Cruzeiro nesta quarta-feira, às 22h, no Estádio La Olla Azulgrana, em Assunção, pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América.

Após o empate heróico no Mineirão, na partida de ida, por 1 a 1, com gol do próprio camisa 21, ele crê que a Raposa se fortalece para o compromisso no país vizinho ao Brasil, embora espere um jogo complicado.

– Vai ser um jogo muito difícil, mas posso assegurar que esse gol que conseguimos no Mineirão nos faz sonhar, seguir conquistando passo a passo a Libertadores. É difícil, mas não impossível – comentou.

O Cruzeiro necessita de um triunfo simples ou empatar, anotando dois ou mais gols para chegar às quartas de final da competição internacional.