icons.title signature.placeholder Alexandre Braz
25/06/2014
14:30

O atraso no pagamento dos salários continua incomodando os jogadores do Botafogo. Com dois meses de vencimentos na carteira de trabalho atrasados, além de outros dois de direitos de imagem também pendentes, o apoiador Jorge Wagner disse que a principal preocupação é impedir que os problemas interfiram no momento dos treinamentos e das partidas.

- É a primeira vez na minha carreira que estou convivendo com isso (salários atrasados). É um momento em que temos de ter tranquilidade, porque pode afetar muito dentro de campo, se perdermos o controle. Temos que trabalhar em conjunto. As coisas extracampo não podem afetar nosso rendimento - disse Jorge, em entrevista coletiva, nesta terça-feira à tarde, não precisando se há um prazo dado pelos diretores para o problema ser resolvido.

- Temos de valorizar o esforço que a diretoria tem feito para resolver a questão. Temos conversado, eles (diretores) estão passando a situação para nós, têm credibilidade. Ficamos na expectativa para que se isso se resolva o mais rápido possível.

Antes da parada no Campeonato Brasileiro, havia a promessa de que durante o período em que os jogadores estivessem de férias, o pagamento dos atrasados fosse efetuado.No entanto, isto não aconteceu. Para Jorge Wagner, no entanto, apesar disso o time precisa jogar com empenho.

- Sabemos que não é fácil, estamos sempre cobrando, mas entendemos o lado deles. Pela conversa que tivemos sabemos que precisamos dar resultados dentro de campo para que eles busquem recursos - disse.