icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/03/2014
20:51

O Santos já sabe quem será o seu adversário nas quartas de final do Paulistão. Mesmo derrotada pelo Palmeiras neste sábado, a Ponte Preta confirmou classificação para a próxima fase, já que o São Bernardo, terceiro colocado do Grupo C, perdeu para o Bragantino e não tem mais condições de assumir o segundo lugar. As equipes se enfrentam na Vila Belmiro, em data ainda a definir (26 ou 27 de março).

Já classificado e garantido na primeira colocação de seu grupo, o Peixe encara com importância o duelo contra o Rio Claro, às 18h30 deste domingo, no Augusto Schimidt. Isso porque a equipe perdeu a liderança geral do Paulistão para o Palmeiras e precisa vencer para recuperá-la.

Para o duelo, o técnico Oswaldo de Oliveira não poderá contar com o zagueiro Neto e o atacante Thiago Ribeiro, suspensos. Por outro lado, terá as voltas de Geuvânio e Rildo. Arouca, que levou uma pacanda no tornozelo esquerdo no treino deste sábado, é dúvida.

Já o Rio Claro, que briga com o Bragantino pela segunda colocação do Grupo D, encara o duelo deste domingo como uma decisão. E tem no ataque do Peixe, o melhor do Paulistão, com média de quase três gols por partida, a sua maior preocupação. No entanto, o zagueiro Marcos Vinícius afirmou que a defesa da equipe do interior está preparada para frear o rival.

– Será difícil, mas partida assim é bom de jogar. Nossa equipe está preparada e vamos jogar em casa. Sabemos da qualidade do Santos, mas nosso grupo também é bom – disse.

O Rio Claro  não poderá contar com o Thiago Cristian e Rodrigo Celeste, suspensos. Por outro lado, Carlinhos, Patrik e Léo Costa voltam.

FICHA TÉCNICA
RIO CLARO X SANTOS

Data: 15/3/2014, às 18h30
Local: Estádio Augusto Schimidt
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto
Auxiliares: Marcio Luiz Augusto e Fabio Rogerio Baesteiro

RIO CLARO: Cléber Alves; Carlinhos, Marllon, Marcos Vinícius e Renan (Geovane); Nando Carandina, Patrick, Léo Costa e Rafael Costa; Robson e André Luiz. Técnico: Fahel Júnior

SANTOS:  Vladimir, Cicinho, David Braz, Jubal e Emerson Palmieri; Arouca (Alan Santos), Cícero e Gabriel; Geuvânio, Rildo e Leandro Damião. Técnico: Oswaldo de Oliveira.