icons.title signature.placeholder Fellipe Lucena
09/02/2015
18:26

O meia-atacante Ryder foi o grande destaque da vitória do Palmeiras sobre o Santo André, por 3 a 0, em jogo-treino disputado debaixo de um temporal nesta segunda-feira, na Academia de Futebol. Os titulares da derrota por 1 a 0 para o Corinthians, domingo, não participaram da atividade. O atacante Dudu, que jogou apenas o segundo tempo, também não: ele apenas correu no gramado ao lado.

Inscrito no Campeonato Paulista mas preterido nos dois últimos jogos, quando nem foi relacionado, Ryder ficou em campo do início ao fim da atividade, assim como o lateral-esquerdo João Paulo e o atacante Rafael Marques. Ele marcou dois gols, ambos na etapa inicial: o primeiro aproveitando rebote do goleiro após chute de Rafael Marques e o segundo após belo lançamento de Alan Patrick, que o deixou na cara do gol. No segundo tempo, Ryder ainda sofreu um pênalti, que Rafael Marques converteu.

O time do primeiro teve Arouca como primeiro volante, quase sem chegar ao ataque, e Renato um pouco mais avançado. Ainda em busca da melhor forma física, o ex-santista já pode aparecer entre os relacionados para o jogo de quarta-feira, contra o Rio Claro, no Allianz Parque. Em relação à sexta-feira passada, quando participou de seu primeiro coletivo no clube, já houve evolução: acionado em quase todas as saídas de bola, ele não errou passes. Outra novidade na formação inicial foi o lateral-direito João Pedro, que voltou neste domingo do Sul-Americano Sub-20. O zagueiro Nathan, outro que voltou da Seleção de Alexandre Gallo, participou do segundo tempo.

O time que começou jogando tinha: Jailson; João Pedro, Victor Ramos, Jackson e João Paulo; Arouca e Renato; Ryder, Alan Patrick e Rafael Marques; Cristaldo.

Oswaldo de Oliveira, que assistiu a tudo da arquibancada e tomou muita chuva, mudou quase toda a equipe para a etapa final: Fábio; Ayrton, Nathan (Thiago Martins), Wellington e João Paulo; Andrei Girotto e João Denoni; Rafael Marques, Ryder e Victor Luis; Gabriel Jesus.

Gabriel Jesus fez boa parceria com Ryder. Muito dedicado ao marcar a saída de bola do rival, ele fez desarmes que iniciaram boas jogadas para o Palmeiras. Em um desses lances, tabelou com Ryder, que obrigou o goleiro a fazer boa defesa. Segundo Oswaldo, porém, o jovem de 17 anos tem poucas chances de preencher uma das sete vagas restantes para o Paulistão. A permanência dele entre os profissionais está garantida apenas até esta terça-feira, data limite para as últimas inscrições e prazo estipulado pela comissão para observá-lo.

Ainda fora

O goleiro Aranha, que ainda precisa recuperar a forma física, fez exercícios na sala de ginástica da Academia de Futebol. O meia Valdivia e os atacantes Kelvin e Leandro seguem no departamento médico, sendo que apenas o primeiro será inscrito no Paulistão, embora ainda não tenha prazo para voltar. Já Cleiton Xavier, que correu no gramado no treino fechado de sábado, foi liberado para voltar a São José da Tapera (AL), sua cidade natal, para concluir a mudança. Ele volta na quinta-feira.