icons.title signature.placeholder LEO BURLÁ E RODRIGO CERQUEIRA
13/06/2014
14:37

A Copa do Mundo do Brasil é uma oportunidade única de união dos povos e de intermcâmbio de experiência e cultura. A prova disso é a presença nas sedes de torcedores de países que sequer se classificaram para o torneio. Além de outros que já esperam o Mundial em casa, caso dos russos, país-sede em 2018.

Em meio aos milhares de holandeses e espanhóis que circulam por Salvador nesta sexta-feira, palco do jogo entre Espanha e HoLanda, pelo Grupo B da Copa do Mundo, torcedores russos já entraram no clima e deixaram claro que vão fazer uma festa tão bonita como as que estão acontecendo no Brasil.

- Vamos fazer uma festa bonita também. Podem ir para a Rússia, não há violência, e também gostamos de festa - disse um fã russo bem animado com o clima de Copa do Mundo.

Além de russos, venezuelanos, peruanos, e até torcedores de El Salvador caminham pelas ruas de Salvador e confraternizam com outros povos o clima de Copa do Mundo.