icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
09/11/2014
20:19

Ele não jogou nem trinta minutos. Mas foi o personagem do clássico Gre-Nal deste domingo, na Arena. O argentino Alán Ruiz jogou menos de 15 minutos. Marcou dois gols e provocou uma confusão e irritação no lado colorado. O camisa 11 disse que queria saudar a família, que estava na Arena.

Este é o argumento de Ruiz para comemorar próximo do banco do visitante. Diz que os familiares que vieram especialmente para o jogo estavam em um camarote naquela altura. E que não desrespeitou ninguém.

- Respeito, não fiz nada. Queria saudar a minha família, onde estavámos ali. Posso assegurar que não quis nada. São coisas do jogo. Não somos de falar na imprensa que vamos ganhar. Sempre ficamos tranquilos. E vamos fazer as nossas coisas - disse o argentino do lado gremista.



Ruiz entrou aos 28 minutos, no lugar de Luan, que participou dos dois primeiros gols. Depois, marcou o terceiro após cobrança de falta de Zé Roberto. E depois chutou da entrada da área, ganhando dividida de Aránguiz.

- Por sorte conseguimos devolver os 4 a 1, uma revanche. Como eu disse, é uma revanche. O futebol é assim. Sabíamos que tínhamos jogado mais. E hoje demonstramos - destacou o meia, emprestado do San Lorenzo até o final do ano.