icons.title signature.placeholder Renato Rodrigues
05/04/2014
12:29

No primeiro teste visando o Campeonato Brasileiro, quando estreia contra o Atlético-MG, no dia 20, o Corinthians "deu pro gasto". Em um jogo-treino bastante truncado, o Timão titular venceu a Ponte Preta por 1 a 0 com um gol de Romarinho, no último minuto. Artilheiro da equipe na temporada com oito gols, o camisa 31 mostrou oportunismo dentro da pequena na áerea e salvou o dia alvinegro.

Com a Macaca bastante defensiva, os alvinegros tiveram muitas dificuldades para criar jogadas. A forte marcação, em cima de Jadson, principalmente, impediu o meia de organizar a equipe. A atividade teve duração de 70 minutos para os titulares: primeiro tempo de 40 e o segundo com 30. A pressão corintiano só veio mesmo no finalzinho, quando Romarinho aproveitou cruzamento de Luciano. Até, então, muita posse de bola mas poucas chances reais de gol.

As melhores chances do Corinthians vieram dos pés de Renato Augusto, que vai mostrando maior mobilidade em campo. O meia, aliás, também mostrou que está recuperado dos problemas de lesões. Foram no mínimo três pancadas fortes que ele sofreu dos adversários. Em todas o camisa 8 se levantou e continuou jogando.

A Ponte, por sua vez, se limitou a marcar e praticamente não criou perigo ao gol de Cássio. A certa "preguiça" em atacar deixou o teste, em muitos momentos, até chato.

A equipe titular escalada pelo técnico Mano Menezes foi a mesma que terminou o Paulistão-2014: Cássio; Fagner, Cleber, Gil e Fábio Santos; Ralf, Guilherme e Renato Augusto; Jadson, Luciano e Romarinho.

Do lado de fora do campo, o comandante alvinegro deu muitas instruções aos jogadores. O jogo também foi acompanhado de perto pelo presidente Mário Gobbi Filho e o diretor de futebol Ronaldo Ximenes. 

A espécie de amistoso ainda teve suas peculiaridades. Além de um trio de arbitragem da Federação Paulista de Futebol, deu para se ouvir bem algumas rusgas entre jogadores das equipes. O clima ficou mais quente mesmo na atividade dos reservas, quando Guerrero e Guilherme Andrade se estranharam com alguns marcadores após entradas mais duras.

Guerrero parte pra cima de adversário em jogo-treino