icons.title signature.placeholder Fábio Aleixo
03/11/2013
15:27

Recordista de títulos das Finais da ATP, com seis taças, Roger Federer se diz confiante para buscar o título na competição que começa nesta segunda-feira em Londres.

Depois de uma temporada ruim, na qual ganhou apenas um título (ATP 250 de Halle, em junho), o suíço melhorou de rendimento nas duas últimas semanas, sendo vice-campeão do ATP 500 da Basileia e chegando à semifinal do Masters 1.000 de Paris (FRA), na qual acabou eliminado por Novak Djokovic.

Ao longo de 2013, Federer, que estreia na terça-feira contra Djkovic, teve de lidar com problemas nas costas, ma garante estar totalmente recuperado.

- Estou me sentindo bem. Nestes dois dias que tenho até a estreia quero descansar bem e não exagerar nos treinos. Este ano foi difícil para mim, mas as coisas estão começando a melhorar na hora importante. Joguei muito bem nas duas últimas semanas - afirmou o suíço, que só garantiu sua classificação para o torneio na semana passada.

Por conta desta classificação em cima da hora, Federer não é tão destacado nos pôsteres e anúncios espalhados pela Arena O2. Na sala de imprensa, por exemplo, o banner traz as fotos de Rafael Nadal, Novak Djokovic, David Ferrer e Tomas Berdych.

- Eu não sei quando imprimiram. Eu fiz as fotos em Indian Wells (em março). Pelo jeito foi uma perda de tempo (risos). Mas o fato é que a ATP tenta fazer o máximo que pode. É importante que usem para promover o evento quem vai estar aqui. Eu me classifiquei em cima da hora, e entendo se não estiver em todos lugares, como estive em outros anos - disse o suíço.

Dos seis títulos das Finais da ATP que Federer possui, dois foram ganhos em Londres (2010 e 2011), onde a competição é disputada desde 2009.

- Geralmente, jogo o meu melhor aqui - disse o suíço.

Além de Djokovic (2º do mundo), Federer terá pela frente no Grupo B o argentino Juan Martín del Potro (5º) e Richard Gasquet (9º).

- Novak está jogando muito bem, com muita confiança. Contra Juan Martín, eu joguei duas vezes na última semana (derrota na final do ATP 500 da Basileia e vitória nas quartas de final do Masters 1.000 de Paris). Ele parece cansado porque jogou muito nas últimas semanas, mas durante o jogo ele não sente. Richard jogou muitos torneios nesta temporada. Será interessante ver o que ele tem restante no tanque. Mas é importante dizer que todos que estão aqui estão jogando um bom tênis - concluiu.

O repórter viaja a convite da ATP