icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/07/2013
14:17

A fase de Roger Federer não é mesmo boa. Mesmo jogando em seu país natal, o suíço foi eliminado logo na estreia do ATP 250 de Gstaad, nesta quinta-feira.

Federer, quinto colocado do ranking, perdeu para o alemão Daniel Brands (55º) por 2 sets a 0 e parciais de 6-3 e 6-4, após apenas 1h05 de jogo. Ele não era eliminado na estreia de um torneio há três anos.

Na próxima rodada, em jogo válido já pelas quartas de final do torneio, Brands vai encarar o romeno Victor Hanescu (54º), que passou pelo espanhol Bautista mais cedo.

Aos 31 anos, Federer vive um dos piores momentos de sua vitoriosa carreira. Este ano, ele foi campeão apenas uma vez, do modesto ATP 250 de Halle. Recentemente, fracassou na defesa do título do Grand Slam de Wimbledon, sendo eliminado logo na segunda rodada.

O torneio na Suíça foi o segundo disputado por Federer com sua nova raquete, que possui numeração maior na cabeça (98 polegadas). Antes, ele havia disputado o ATP 500 de Hamburgo com o novo material, mas caiu nas semifinais para o argentino Frederico Delbonis (114º).

A partir de agora, após disputar dois torneios no saibro, Federer vai se concentrar nas disputas no piso duro, já se preparando para o US Open, último Slam do ano.



A fase de Roger Federer não é mesmo boa. Mesmo jogando em seu país natal, o suíço foi eliminado logo na estreia do ATP 250 de Gstaad, nesta quinta-feira.

Federer, quinto colocado do ranking, perdeu para o alemão Daniel Brands (55º) por 2 sets a 0 e parciais de 6-3 e 6-4, após apenas 1h05 de jogo. Ele não era eliminado na estreia de um torneio há três anos.

Na próxima rodada, em jogo válido já pelas quartas de final do torneio, Brands vai encarar o romeno Victor Hanescu (54º), que passou pelo espanhol Bautista mais cedo.

Aos 31 anos, Federer vive um dos piores momentos de sua vitoriosa carreira. Este ano, ele foi campeão apenas uma vez, do modesto ATP 250 de Halle. Recentemente, fracassou na defesa do título do Grand Slam de Wimbledon, sendo eliminado logo na segunda rodada.

O torneio na Suíça foi o segundo disputado por Federer com sua nova raquete, que possui numeração maior na cabeça (98 polegadas). Antes, ele havia disputado o ATP 500 de Hamburgo com o novo material, mas caiu nas semifinais para o argentino Frederico Delbonis (114º).

A partir de agora, após disputar dois torneios no saibro, Federer vai se concentrar nas disputas no piso duro, já se preparando para o US Open, último Slam do ano.