icons.title signature.placeholder Bruno Grossi
16/06/2014
11:15

O futebol que rendeu a Rodrigo Caio o prêmio de melhor jogador do Torneio de Toulon com a Seleção Brasileira sub-21 e o interesse de equipes europeias foi apresentado com o garoto atuando de volante. Revelado na posição, ele se firmou como zagueiro no São Paulo desde o último ano e agora espera concorrência forte nos dois setores.

Na zaga, Rodrigo viu de longe a ascensão de Lucão, de apenas 20 anos, e agora pode ganhar mais um rival para formar dupla com Antonio Carlos. Emprestado à Roma (ITA) até o dia 30 de junho, Rafael Toloi não deve ser comprado pelos italianos e pode se reapresentar ao Tricolor durante o período de treinamentos na cidade de Orlando, nos Estados Unidos.

- Tive um grande desempenho como volante, não tenho como negar. Fiquei à disposição e me senti bem para jogar assim na Seleção. São duas posições que gosto de jogar, por isso deixo para o Muricy optar. Aqui no São Paulo sou zagueiro - afirmou.

No meio de campo, a disputa também está acirrada. A contratação de um primeiro volante já foi cogitada pela comissão técnica, mas Rodrigo garante que pode resolver tal carência no elenco. Mesmo com a versatilidade, o jovem nega que terá alguma vantagem na briga, já que os titulares Souza e Maicon têm sido muito elogiados por Muricy Ramalho.

- As duas posições estão bem servidas. Não posso falar que vou jogar de volante por isso (volta de Toloi), porque são dois jogadores que estão bem na posição. Entro em campo para dar meu melhor e o Muricy é quem decide. Se for para ser no meio, tem que ser primeiro volante, como na Seleção, mas deixou para o professor e vou treinar para segurar a minha vaga - disse.