icons.title signature.placeholder Marcello Vieira
icons.title signature.placeholder Marcello Vieira
06/07/2013
11:02

A torcida do Fluminense tem um motivo a menos para preocupação. O diretor de futebol, Rodrigo Caetano, garantiu que o volante Jean seguirá no clube ao menos até o final da temporada. O jogador chegou a ser especulado recentemente por equipes do futebol italiano.

- O Jean não sairá nessa janela. Cumprimos a cláusula contratual que tínhamos com o São Paulo justamente para contar com ele por um bom tempo - explicou o dirigente.

O Tricolor enfrenta graves problemas financeiros. O clube ainda não obteve a liberação da penhora referente ao dinheiro da venda de Wellington Nem para o Shakhtar e as receitas das cotas de televisionamento estão bloqueados. Caetano salientou que Jean não teria permanecido se não fosse a ajuda do patrocinador e em razão do difícil momento, sequer cogita reforços.

- Se não fosse nosso patrocinador, nem o caso do Jean teríamos. Primeiro temos que honrar com os profissionais que aqui estão para depois pensar no futuro. Não podemos abrir mão do compromisso com esses vencedores que estão aqui e é isso que estamos fazendo.

Em meio à incerteza financeira, o Fluminense reiniciará o Campeonato Brasileiro após a pausa para a disputa da Copa das Confederações neste domingo, às 18h30, contra o Botafogo, na Arena Pernambuco. O Tricolor ocupa a quarta colocação na competição, dois pontos atrás do líder, Coritiba.

A torcida do Fluminense tem um motivo a menos para preocupação. O diretor de futebol, Rodrigo Caetano, garantiu que o volante Jean seguirá no clube ao menos até o final da temporada. O jogador chegou a ser especulado recentemente por equipes do futebol italiano.

- O Jean não sairá nessa janela. Cumprimos a cláusula contratual que tínhamos com o São Paulo justamente para contar com ele por um bom tempo - explicou o dirigente.

O Tricolor enfrenta graves problemas financeiros. O clube ainda não obteve a liberação da penhora referente ao dinheiro da venda de Wellington Nem para o Shakhtar e as receitas das cotas de televisionamento estão bloqueados. Caetano salientou que Jean não teria permanecido se não fosse a ajuda do patrocinador e em razão do difícil momento, sequer cogita reforços.

- Se não fosse nosso patrocinador, nem o caso do Jean teríamos. Primeiro temos que honrar com os profissionais que aqui estão para depois pensar no futuro. Não podemos abrir mão do compromisso com esses vencedores que estão aqui e é isso que estamos fazendo.

Em meio à incerteza financeira, o Fluminense reiniciará o Campeonato Brasileiro após a pausa para a disputa da Copa das Confederações neste domingo, às 18h30, contra o Botafogo, na Arena Pernambuco. O Tricolor ocupa a quarta colocação na competição, dois pontos atrás do líder, Coritiba.