icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/07/2013
07:00

A sétima rodada do Campeonato Brasileiro teve a retomada da liderança pelo Coritiba e mostrou que o time paranaense marcha firme e já não é mais uma surpresa. A equipe, liderada pelo meia Alex, venceu o clássico contra o Atlético-PR por 1 a 0, no Couto Pereira, com gol de Geraldo. De quebra, o time permanece como o único invicto na disputa. 

O Botafogo, que era o primeiro colocado antes da rodada, caiu para terceiro ao perder para o Grêmio por 2 a 1, em Porto Alegre. O time gaúcho conquistou a segunda vitória consecutiva sob o comando de Renato Gaúcho e mostra que brigará pelos lugares mais altos da tabela. A outra equipe, que superou o Fogão na corrida é o também surpreendente Vitória, que, em casa, venceu o São Paulo por 3 a 2, em jogo eletrizante e que consagrou o argentino Maxi Biancucchi, primeiro de Lionel Messi, como o artilheiro do torneio com seis gols. O Tricolor Paulista chegou à terceira derrota consecutiva no dia em que teve a reestreia de Paulo Autuori no seu comando. 

O Internacional, apontado como um dos favoritos ao título, reafirmou essa condição ao conquistar uma expressiva vitória por 3 a 2 sobre o Fluminense, em Macaé. O resultado sobre o atual campeão nacional foi construido todo com gols estrangeiros, dois do uruguaio Forlán e um do argentino D'Alessandro. Outro apontado como candidatíssimo ao título, o Corinthians, por sua vez, foi surpreendido pelo time quase inteiro de reservas do Atlético-MG, que está focado na final da Copa Libertadores. Com gol do ex-corintiano Rosinei, o Galo saiu do Pacaembu com triunfo por 1 a 0. 

O Flamengo vai se construindo na direção de Mano Menezes. A equipe rubro-negra venceu o clássico diante do Vasco por 1 a 0, no Mané Garrincha, em Brasília, e está em 11º lugar, empurrando o arquirrival para a zona do rebaixamento. Quem também tem quebrado os prognósticos é o Santos, que sem Neymar e um punhado de garotos goleou a Portuguesa por 4 a 1 e alcançou a terceira vitória consecutiva. O brilho do jogo ficou para o menino Neilton, que fez dois gols, um deles ao estilo do ex-camisa 11. 

O Cruzeiro é outro time que caminha com passos firmes na competição. A Raposa goleou com autoridade o lanterna Náutico por 3 a 0, no Mineirão, e abiscoitou um lugar no G4. 

Para completar, dois jogos terminaram empatados por 0 a 0. Em Campinas, a Ponte não saiu do zero com o Bahia. Muito da culpa pelo placar não ter sido movimentado foi do atacante ponte-pretano William, que perdeu dois pênaltis no segundo tempo. O goleiro Marcelo Lomba defendeu as duas cobranças. Em Criciúma, o time da casa e o Goiás não sairam da igualdade. 

A sétima rodada do Campeonato Brasileiro teve a retomada da liderança pelo Coritiba e mostrou que o time paranaense marcha firme e já não é mais uma surpresa. A equipe, liderada pelo meia Alex, venceu o clássico contra o Atlético-PR por 1 a 0, no Couto Pereira, com gol de Geraldo. De quebra, o time permanece como o único invicto na disputa. 

O Botafogo, que era o primeiro colocado antes da rodada, caiu para terceiro ao perder para o Grêmio por 2 a 1, em Porto Alegre. O time gaúcho conquistou a segunda vitória consecutiva sob o comando de Renato Gaúcho e mostra que brigará pelos lugares mais altos da tabela. A outra equipe, que superou o Fogão na corrida é o também surpreendente Vitória, que, em casa, venceu o São Paulo por 3 a 2, em jogo eletrizante e que consagrou o argentino Maxi Biancucchi, primeiro de Lionel Messi, como o artilheiro do torneio com seis gols. O Tricolor Paulista chegou à terceira derrota consecutiva no dia em que teve a reestreia de Paulo Autuori no seu comando. 

O Internacional, apontado como um dos favoritos ao título, reafirmou essa condição ao conquistar uma expressiva vitória por 3 a 2 sobre o Fluminense, em Macaé. O resultado sobre o atual campeão nacional foi construido todo com gols estrangeiros, dois do uruguaio Forlán e um do argentino D'Alessandro. Outro apontado como candidatíssimo ao título, o Corinthians, por sua vez, foi surpreendido pelo time quase inteiro de reservas do Atlético-MG, que está focado na final da Copa Libertadores. Com gol do ex-corintiano Rosinei, o Galo saiu do Pacaembu com triunfo por 1 a 0. 

O Flamengo vai se construindo na direção de Mano Menezes. A equipe rubro-negra venceu o clássico diante do Vasco por 1 a 0, no Mané Garrincha, em Brasília, e está em 11º lugar, empurrando o arquirrival para a zona do rebaixamento. Quem também tem quebrado os prognósticos é o Santos, que sem Neymar e um punhado de garotos goleou a Portuguesa por 4 a 1 e alcançou a terceira vitória consecutiva. O brilho do jogo ficou para o menino Neilton, que fez dois gols, um deles ao estilo do ex-camisa 11. 

O Cruzeiro é outro time que caminha com passos firmes na competição. A Raposa goleou com autoridade o lanterna Náutico por 3 a 0, no Mineirão, e abiscoitou um lugar no G4. 

Para completar, dois jogos terminaram empatados por 0 a 0. Em Campinas, a Ponte não saiu do zero com o Bahia. Muito da culpa pelo placar não ter sido movimentado foi do atacante ponte-pretano William, que perdeu dois pênaltis no segundo tempo. O goleiro Marcelo Lomba defendeu as duas cobranças. Em Criciúma, o time da casa e o Goiás não sairam da igualdade.