icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/02/2015
20:27

Arouca era a estrela da noite de sábado, mas acabou sendo coadjuvante. Em sua estreia, o meio-campista jogou por 64 minutos e viu do banco de reservas Robinho acabar com a angústia palmeirense e marcar os dois gols da vitória do Verdão sobre o Capivariano, por 2 a 0, no Allianz Parque, em jogo válido pelo Campeonato Paulista.

O enredo para o jogo era de festa: ótimo público no Allianz Parque, contra um rival modesto e com um início de jogo promissor. Os primeiros cinco minutos foram de muita pressão, em campo e nas arquibancadas, mas faltou o gol. Até Arouca, um dos mais ovacionados pela torcida, teve a chance para marcar aos três minutos, depois de Cristaldo acertar a trave, mas o chute foi ruim. O "abafa" perdeu força, e o jogo começou a ficar complicado.

O Capivariano não incomodou Fernando Prass de fato, mas o goleiro Douglas, também, teve pouco trabalho durante boa parte do jogo. O Verdão apostou em jogadas rápidas, na movimentação entre os homens de frente e na participação de seus laterais, mas chutou pouco a gol.

A bola rodou no campo de ataque, bem cuidada principalmente por Zé Roberto. Allione, por sua vez, errou muito, enquanto aquele que será o motor do meio-campo, Arouca, tentava se apresentar, mas era só discreto e mais importante na marcação.


Depois de 97 dias sem atuar, o volante precisou sair de campo aos 19 minutos, e... nada de gol. Alan Patrick entrou para ajudar na criação, mas saiu com nem dez minutos de jogo, aparentando um incômodo muscular. O torcedor cansou de gritar "uuuh!", mas nada de gol. 

Se os rápidos lances de ataque não resolviam, o Verdão contou com o pé calibrado de Robinho para garantir a vitória. Em uma bela falta cobrada na entrada da área, o camisa 27 abriu o placar e tirou o time do sufoco. Até Fernando Prass vibrou muito, com direito a voadora na bandeira de escanteio da arena.

Próximo dos acréscimos, Robinho acertou outro belo chute, este com a bola rolando, e garantiu a vitória. No fim, a estreia de Arouca acabou ofuscada pelo bom jogo do meio-campista, que jogava na função do camisa 5 até então. Agora, são quatro vitórias seguidas no Paulistão, e o Palmeiras segue líder do Grupo C. Na quarta, o time estreia na Copa do Brasil contra o Vitória da Conquista.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2 X 0 CAPIVARIANO

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 28/2/2015 – 18h30
Árbitro: Norberto Luciano Santos da Silveira (SP)
Auxiliares: Risser Jarussi Corrêa (SP) e Leandro Fernandes Rodrigues (SP)
Renda/Público: R$ 2.578.175,00/32.134 pagantes
Cartões Amarelos: Robinho e Prass (PAL); Julio César, Franci, Oliveira e Hélio (CAP)

GOLS: Robinho, 35'/2ºT (1-0) e 43'/2ºT (2-0)

PALMEIRAS: F. Prass; Lucas, Tobio, Vitor Hugo e Zé Roberto; Gabriel, Arouca (Alan Patrick, 19'/2ºT) (Victor Luis, 27'/2ºT), Robinho e Allione (Rafael Marques, intervalo); Dudu e Cristaldo. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

CAPIVARIANO: Douglas; Oliveira, Hélio, Marllon e Pedro Henrique; Julio César (Esquerdinha, 37'/2ºT), Samuel Souza, Wigor e Kleiton Domingues (Aílton, 30'/2ºT); Rodolfo (Romão, 39'/2ºT) e Franci. Técnico: Ivan Baitello.