icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
31/07/2013
10:43

O volante paraguaio Cristian Riveros precisou controlar a ansiedade para estrear com a camisa do Grêmio, o que aconteceu diante do Fluminense, no último domingo. Contratado antes do recesso do Campeonato Brasileiro, ele teve de aguardar pela regularização e revelou que não foi tarefa das mais simples controlar a expectativa em debutar pelo Tricolor.

- Foi um período bom (para a adaptação ao clube), mas, no final, com um pouco de ansiedade por não poder jogar, pela documentação que não havia chegado. Teve um pouco de ansiedade. Mas foi bom, para poder me preparar fisicamente. Fui bem no primeiro jogo, mas sei que posso melhorar, assim como toda a equipe - disse o camisa 16, em entrevista coletiva.

Após vencer a "barreira" da estreia, Riveros celebrou uma boa atuação diante do Fluminense. Ele atuou durante os 90 minutos e ainda marcou o primeiro gol da vitória gremista.

- Foi muito bonito. Para qualquer jogador, é muito lindo estrear com gol e vitória, mas o importante é que a equipe ganhou e jogou bem, principalmente na segunda etapa - disse.

Riveros foi contratado para ser o substituto de Fernando como primeiro volante, mas a sua estreia foi atuando como segundo, o que não é uma novidade na carreira do paraguaio, ex-jogador do Kayserispor (TUR)

- Nos últimos dois anos, na minha equipe anterior, jogava de primeiro volante. Agora, nesse primeiro jogo, atuei mais avançado. Não desconhecia essa função, pois já atuei assim na seleção paraguaia. Me senti bem e, com o decorrer do jogo, adquiri mais ritmo de jogo, que era o que me faltava - completou.

Riveros deve ser mantido como titular, ao lado de Adriano, diante do Corinthians, nesta quarta, em jogo da décima rodada do Campeonato Brasileiro e que terá transmissão em tempo real do LANCE!Net.

O volante paraguaio Cristian Riveros precisou controlar a ansiedade para estrear com a camisa do Grêmio, o que aconteceu diante do Fluminense, no último domingo. Contratado antes do recesso do Campeonato Brasileiro, ele teve de aguardar pela regularização e revelou que não foi tarefa das mais simples controlar a expectativa em debutar pelo Tricolor.

- Foi um período bom (para a adaptação ao clube), mas, no final, com um pouco de ansiedade por não poder jogar, pela documentação que não havia chegado. Teve um pouco de ansiedade. Mas foi bom, para poder me preparar fisicamente. Fui bem no primeiro jogo, mas sei que posso melhorar, assim como toda a equipe - disse o camisa 16, em entrevista coletiva.

Após vencer a "barreira" da estreia, Riveros celebrou uma boa atuação diante do Fluminense. Ele atuou durante os 90 minutos e ainda marcou o primeiro gol da vitória gremista.

- Foi muito bonito. Para qualquer jogador, é muito lindo estrear com gol e vitória, mas o importante é que a equipe ganhou e jogou bem, principalmente na segunda etapa - disse.

Riveros foi contratado para ser o substituto de Fernando como primeiro volante, mas a sua estreia foi atuando como segundo, o que não é uma novidade na carreira do paraguaio, ex-jogador do Kayserispor (TUR)

- Nos últimos dois anos, na minha equipe anterior, jogava de primeiro volante. Agora, nesse primeiro jogo, atuei mais avançado. Não desconhecia essa função, pois já atuei assim na seleção paraguaia. Me senti bem e, com o decorrer do jogo, adquiri mais ritmo de jogo, que era o que me faltava - completou.

Riveros deve ser mantido como titular, ao lado de Adriano, diante do Corinthians, nesta quarta, em jogo da décima rodada do Campeonato Brasileiro e que terá transmissão em tempo real do LANCE!Net.