icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/11/2014
15:21

Atual campeão argentino e próximo de conquistar o segundo título nacional neste ano, o River Plate tentará colocar um ponto final de uma série negativa contra o Boca Juniors, na semifinal desta Copa Sul-Americana.

Em três séries contra o maior rival em disputas internacionais, o River nunca saiu vencedor. O confronto entre os dois clubes mais populares da Argentina em torneios internacionais ou mata-matas não é algo muito frequente.

E MAIS:

HOME: Veja as últimas notícias do futebol internacional
River e Boca se encontram na semifinal da Sul-Americana

O primeiro ocorreu em 1976. O Campeonato Argentino começou dividido em grupos e terminou em fase eliminatória. Os gigantes passaram das quartas, semifinais e se encontraram na final, em jogo único disputado no Cillindro, estádio do Racing. O Boca derrotou o River Plate por 1 a 0.

Xeneize e Millonarios se reencontraram somente 24 anos depois. Em duelo válido pelas quartas de final da Libertadores, no Monumental de Núñez, o River saiu na frente e fez 2 a 1 no rival. Na volta, o Boca Juniors não deu chance e fez 3 a 0, com gol final marcado por Palermo, que saiu do banco de reservas para ser o herói da classificação.

Em 2004, pela semifinal da Libertadores, o duelo foi ainda mais emocionante. Desta vez, o Boca Juniors fez a primeira partida em casa. Venceu por 1 a 0. No Monumental de Núñez, no último minuto, Tevez igualou o placar em 1 a 1 e saiu imitando uma galinha, provocando o público local. O atacante acabou expulso, e o River Plate conseguiu buscar o 2 a 1 de forma heroica, aos 49 da etapa complementar.

Como não havia o peso do gol fora de casa, a decisão foi para os pênaltis. O River acabou errando um pênalti a mais, e o Boca Juniors foi à decisão do torneio mais importante do continente.

Confira os três duelos entre os gigantes

1976



2000



2004