icons.title signature.placeholder Bruno Cassucci
21/12/2013
15:50

Perto de ser comprado pelo grupo Doyen Sports e ser levado ao Santos, o atacante Rildo, da Ponte Preta, adota discurso cauteloso, mas faz elogios ao possível novo time. Lembrando da história gloriosa do Peixe, ele exaltou o clube de Vila Belmiro e deu como quase certa a sua saída da Macaca.

- Não tenho nem o que falar do Santos, um clube que teve Pelé, Robinho, Neymar... seria um sonho jogar lá. Mas meu empresário não me passou nada, só vi pelos jornais. A única coisa que soube foi do Atlético-MG, há algumas semanas - afirmou, ao LANCE!Net, que também afirmou que dificilmente ficará na Ponte em 2014:

-Acredito que é difícil eu ficar, pois fiz um bom segundo semestre, tanto na Sul-Americana como no Brasileiro. Embora o time tenha caído para a Série B, fiz boas partidas, mesmo não fazendo muito gols (marcou dois no Nacional), dei passes, sofri pênaltis... - completou.

O jogador, de 24 anos, diz não ter preferência entre Peixe e Galo, mesmo com o fato de os mineiros disputarem a Libertadores do ano que vem, ao contrário dos paulistas.

De férias, ele nem sequer viajou a pedido de seu empresário, José Luiz Galante. O agente acredita que pode fechar com alguma equipe nos próximos dias e quer a presença do atleta para discutir condições de contrato e assinar o novo vínculo.

Rildo custará R$ 9,6 milhões, valor de sua multa rescisória. A Macaca, dona de 50% dos direitos econômicos dele, não aceitou negociá-lo por valor mais baixo.

Se fechar com o Santos, ele será o segundo reforço da equipe para 2014, depois de Leandro Damião. O atacante Vargas é outro que interessa ao clube, que segue em negociações com o Napoli (ITA) e tem o São Paulo como principal concorrente.