icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/07/2013
23:11

O Figueirense conquistou uma importante vitória fora de casa nesta sexta-feira. Com dois gols de Ricardo Bueno, que manteve sua média - o atacante estreou na rodada passada e também anotou duas vezes -, o Alvinegro derrotou de virada o Atlético-GO por 3 a 2, no Serra Dourada, e subiu à terceira posição da Série B do Campeonato Brasileiro, com 16 pontos conquistados.

Os visitantes começaram melhor, colocando a bola no chão e encurralando o Dragão. Os catarinenses chegaram bem em chutes de Wellington Saci, que obrigou Márcio a fazer boa defesa, e de André Rocha, que bateu falta rente ao travessão atleticano.

Apesar dos esforços do Alvinegro, quem abriu o placar foi o time goiano, que tentava se recuperar da goleada, por 5 a 0, sofrida para o Cruzeiro na Copa do Brasil. Aos 29, João Paulo aproveitou cruzamento pela esquerda e estufou as redes, colocando o Dragão na frente. A vantagem rubro-negra, no entanto, não durou muito. Cinco minutos depois, Ricardo Bueno recebeu ótima enfiada de bola de Tinga, e cavou por cima de Márcio, para marcar um belo gol.

No segundo tempo, o Atlético começou ditando as ações do jogo. Logo aos quatro minutos, João Paulo bateu cruzado e Tiago Volpi fez bela defesa. Após o bom começo do Dragão, o jogo ficou amarrado, com muitos passes errados em ambos os lados.

FIGUEIRENSE MARCA DUAS VEZES EM QUATRO MINUTOS

Quando parecia que o jogo se encaminhava para o empate, aos 37 da segunda etapa, Márcio saiu muito mal do gol, e a bola sobrou caprichosamente para Botti. O jogador do Figueira aproveitou a falha do arqueiro adversário e virou o marcador no Serra Dourada.

A equipe goiana se abateu com o gol sofrido, e aos 41, após passe de João Carlos, Ricardo Bueno só não entrou com bola e tudo porque teve humildade em gol. O quarto tento marcado pelo atacante em dois jogos pelo Figueira, que agora assiste atento ao jogo entre Joinville e Chapecoense, neste sábado, para saber em que posição vai terminar nesta rodada.

Já nos acréscimos, o goleiro Tiago Volpi cometeu pênalti em Ricardo Jesus. Ele mesmo bateu e diminuiu, mas não dava tempo para mais nada, e o Figueirense se despediu de Goiânia com 3 a 2 a seu favor e três pontos na mala.

O Figueirense conquistou uma importante vitória fora de casa nesta sexta-feira. Com dois gols de Ricardo Bueno, que manteve sua média - o atacante estreou na rodada passada e também anotou duas vezes -, o Alvinegro derrotou de virada o Atlético-GO por 3 a 2, no Serra Dourada, e subiu à terceira posição da Série B do Campeonato Brasileiro, com 16 pontos conquistados.

Os visitantes começaram melhor, colocando a bola no chão e encurralando o Dragão. Os catarinenses chegaram bem em chutes de Wellington Saci, que obrigou Márcio a fazer boa defesa, e de André Rocha, que bateu falta rente ao travessão atleticano.

Apesar dos esforços do Alvinegro, quem abriu o placar foi o time goiano, que tentava se recuperar da goleada, por 5 a 0, sofrida para o Cruzeiro na Copa do Brasil. Aos 29, João Paulo aproveitou cruzamento pela esquerda e estufou as redes, colocando o Dragão na frente. A vantagem rubro-negra, no entanto, não durou muito. Cinco minutos depois, Ricardo Bueno recebeu ótima enfiada de bola de Tinga, e cavou por cima de Márcio, para marcar um belo gol.

No segundo tempo, o Atlético começou ditando as ações do jogo. Logo aos quatro minutos, João Paulo bateu cruzado e Tiago Volpi fez bela defesa. Após o bom começo do Dragão, o jogo ficou amarrado, com muitos passes errados em ambos os lados.

FIGUEIRENSE MARCA DUAS VEZES EM QUATRO MINUTOS

Quando parecia que o jogo se encaminhava para o empate, aos 37 da segunda etapa, Márcio saiu muito mal do gol, e a bola sobrou caprichosamente para Botti. O jogador do Figueira aproveitou a falha do arqueiro adversário e virou o marcador no Serra Dourada.

A equipe goiana se abateu com o gol sofrido, e aos 41, após passe de João Carlos, Ricardo Bueno só não entrou com bola e tudo porque teve humildade em gol. O quarto tento marcado pelo atacante em dois jogos pelo Figueira, que agora assiste atento ao jogo entre Joinville e Chapecoense, neste sábado, para saber em que posição vai terminar nesta rodada.

Já nos acréscimos, o goleiro Tiago Volpi cometeu pênalti em Ricardo Jesus. Ele mesmo bateu e diminuiu, mas não dava tempo para mais nada, e o Figueirense se despediu de Goiânia com 3 a 2 a seu favor e três pontos na mala.