icons.title signature.placeholder Bruno Cassucci
16/03/2014
07:07

Ambos jogam na ponta esquerda, são dribladores e têm a velocidade como ponto forte. No entanto, a maior semelhança entre Rildo e Ribery talvez não esteja no futebol, mas na beleza... ou a falta dela. Bem humorada e empolgada com o início do atacante no Santos, a torcida alvinegra criou o apelido de Riberildo para o ex-ponte-pretano, que se diverte com as brincadeiras.

Humilde, Rildo diz admirar o “sósia” francês e afirma que gostaria de ter 10% do talento que possui o astro do Bayern de Munique (ALE), terceiro melhor do mundo em 2013, segundo eleição da Bola de Ouro realizada pela Fifa e a revista France Football. Porém, o santista diz superar o europeu pelo menos em um quesito:

– Na beleza, não tem nem comparação: sou muito mais bonito (risos) – comentou Rildo, ao LANCE!Net.

Brincadeiras, apelidos e comparações à parte, o atacante ganhará nova chance no time de Oswaldo de Oliveira na tarde deste domingo. Com Thiago Ribeiro suspenso pelo terceiro cartão amarelo, ele será titular contra o Rio Claro, às 18h30, no Augusto Schimidt.

Este será o nono jogo pelo Peixe de Rildo, que marcou um gol e tem agradado Oswaldo nos treinos e jogos. Ciente de que a concorrência por vaga no time titular é grande, o atacante comemora a oportunidade de começar mais uma partida.

– Para o jogador é importante sempre estar atuando. Agora vou ter a oportunidade de jogar como titular mais uma vez, espero mostrar o melhor trabalho possível  – falou o camisa 11, contratado por empréstimo de um ano por cerca de R$ 500 mil.

Autor de apenas quatro gols na última temporada, Rildo se mostra empolgado por jogar em um time tão ofensivo como o Peixe, que fez 34 gols em 13 jogos em 2014.

– É sempre bom defender um time que não abdica de ir para cima. Mas a nossa prioridade é o título!

No último sábado, na vitória do Bayern por 2 a 0 sobre o Bayer Leverkusen, Ribéry entrou no segundo tempo e passou em branco. Será que, pelo menos por um final de semana, Riberildo conseguirá superá-lo?

Ribéry ficou em terceiro lugar na Bola de Ouro (Foto: AFP)

Atacante tem ídolo incomum: Nilmar

Nada de Cristiano Ronaldo, Messi ou Neymar. Rildo busca inspiração em um jogador sem tanta badalação e que não está atuando em um grande centro do futebol mundial: Nilmar, atualmente no Al-Jaish, dos Emirados Árabes.

O atacante do Peixe diz que gosta do estilo de jogo de Nilmar e vê algumas semelhanças entre eles.

– É um cara que sempre gostei, acompanhei desde pequeno... Acho que ele só não deu mais certo no futebol por contusões. Me espelho demais nele, gosto muito do estilo de jogo. Acho que temos a velocidade como algo em comum.

Nilmar despontou no Inter e, em 2004, foi vendido ao Lyon, da França. Sem sucesso, voltou ao Brasil e teve boa passagem pelo Corinthians, antes de regressar ao Colorado. Do clube gaúcho, foi negociado com o Villarreal, da Espanha, antes de seguir carreira na Arábia.

– Quando fui ao Vitória, o técnico era o Antonio Lopes, que trabalhou com o Nilmar em 2005.  Ele me perguntou com quem parecia, e eu disse: “O Nilmar, meu ídolo”.


Bate-Bola com Rildo, atacante do Santos, em entrevista ao LANCE!Net, por telefone

O que tem achado de a torcida te chamar de ‘Riberildo’?
Já ouvi bastante, isso vem desde a época do Vitória. Tinha Riberildo, Rildotely... É uma brincadeira sadia, para mim é tranquilo, não ligo muito, não. Queria jogar 10% do Ribéry, que é um craque e foi eleito o terceiro melhor do mundo, né?

Você vai entrar novamente na vaga do Thiago Ribeiro. A ponta esquerda é sua posição favorita?
Sempre joguei aberto pela esquerda, é onde me sinto melhor. Mas sempre deixei claro que, em qualquer posição que o Santos precisar de mim, vou ajudar.

Como está sendo esse começo no Santos? Já está ambientado?
Fui muito bem acolhido por todos aqui no Santos, isso ajudou. A adaptação está sendo bacana.

O elenco parece estar bem unido e com bastante brincadeiras...
Sim. Todo mundo é amigo, não tem grupinhos. Veja o Damião, por exemplo. Pelo nome que ele tem, pelo jogador que é, poderia ser mascarado, mas não é. Ele tem muita humildade, é muito gente boa.

E o que achou da nova cidade? Já deu para conhecer Santos?
Só curti a cidade no Carnaval, quando tivemos folga, e fiquei na praia. Teve show em frente onde moro, meus familiares vieram para cá e foi legal. Mas ainda não conheço muita coisa na cidade, só um pouco da praia e o shopping.

Acha que as goleadas do Santos vão acabar agora no mata-mata?
É difícil prever. Se acontecer, melhor, mas o foco não é golear, mas ganhar o título. Não adianta golear agora e perder no mata-mata, ficar sem o título. A fase está legal, mas estamos bem focados em vencer.